Tag Archive | "Inovação"

vaxev-6

Tags: ,

Vax ev – aspirador feito de papelão

Postado em 11 julho 2011 por Elisa Quartim

 

O Vax ev é um aspirador de alta performance construído para a sustentabilidade ideal, utilizando materiais reciclados e recicláveis para reduzir o volume de resíduos nos aterros. O  projeto conceitual foi desenvolvido pelo inglês Jake Tyler.

O corpo aspirador de pó é feito de painéis de retardadores de chama feitos de papelão, que a princípio é parte da embalagem para a venda do produto. Os consumidores, se quiserem, podem separar as peças e guardá-las em outro lugar em torno da carcaça do motor. E remontá-las sem usar qualquer cola.


Os componentes que não podem ser feitos de papelão são recicláveis e de plástico de puro nylon. Eles usam um processo rápido de fabricação, diferente do processo de moldagem por injeção.

Isso significa que o Vax ev pode ser fabricados localmente por encomenda, diz a empresa, sem a necessidade de moldes, de ferramental caro ou de  linhas de montagem.

Os painéis de papelão que formam o corpo aspirador de pó são facilmente substituídos caso estejam danificados. Os painéis custam apenas um décimo do preço de um painel de plástico equivalente.

Além disso, ele pode ser personalizado da forma que a pessoa quiser usando apenas algumas canetas e assim transformar o seu aspirador de pó em uma única obra de arte.

Fonte:

http://www.gizmag.com/

http://www.environmentalleader.com/

Comentários (1)

hubescola 5_principios_

Tags: ,

HUB Escola de Inverno 2011

Postado em 30 junho 2011 por Elisa Quartim

Imaginem um lugar, onde profissionais inovadores resolvem dividir seu conhecimento de forma super acessível. Onde os corredores, as salas e a cidade se transformam em ambientes de aprendizagem. Onde suas ideias poderão ser ouvidas e desenvolvidas.

Essa é a HUB Escola, um lugar onde só indo para realmente entender o que estou escrevendo. Ela é um festival de aprendizado concentrado, em que ocorrem cursos e workshops de empreendedorismo, comunicação, inovação, sustentabilidade entre outros temas, que reúne centenas de pessoas diferentes que trabalham ativamente para o futuro que sonham.
A Hub Escola tem como objetivo propiciar um ambiente inovador para trocas de conhecimento e aprendizagem. É um intenso período de oficinas, palestras, desafios coletivos e momentos de reflexão. Todos são convidados não apenas a participar , das atividades, mas também a organizar atividades e contribuir ao processo de aprendizado. É uma iniciativa do Hub São Paulo que começou com a Hub Escola de Inverno 2010 em paralelo com a Hub Summerschool no Hub Holanda.

Como funciona?
A Hub Escola oferece uma grade horária de atividades, você faz a sua inscrição pelo site http://www.the-hub.com.br/hubescola/, confirma a sua presença e comparece as atividades selecionadas!
A atividade só será realizada se houver o número mínimo necessário, portanto, faça a sua parte e divulgue as atividades que você tem interesse em participar!

Todos ganham na HUB Escola. O modelo de negócio faz com que os ganhos sejam compartilhados por todos que trabalharam. E se vai pouca gente em uma oficina, todos acabam perdendo. Por isso ajudem a compartilhar a ideia da HUB escola e divulgue as oficinas que acha interessante, mesmo que não possa ir. Seus amigos vão agradecer.

A Hub Escola acredita que inovação social é uma das melhores maneiras de transformar o mundo por meio de “negócios sociais” que obtenham resultado econômico e impacto social positivos. Assim sendo, tem como ambição inspirar e apoiar iniciativas empreendedoras e criativas.

Nós nos tornamos uma comunidade global – que envolve pessoas de várias profissões, culturas e histórias pessoais – atenta aos grandes desafios sociais, ambientais e econômicos do mundo atual.
Propósito

Quando: 11 a 31 de julho de 2011

Programação: http://www.the-hub.com.br/hubescola/programacao

Investimento:
Os valores mudam conforme a atividade, que podem ser conferidas na página “Atividades” .
Os valores podem variar de R$ 30 a R$ 180 por atividade.
Passe livre: R$400,oo

Inscrição
http://www.the-hub.com.br/hubescola/inscreva-se

 

Atividades recomendadas pelo site Embalagem Sustentável

11 de Julho (segunda-feira)

19h00: Abertura

12 de Julho (terça-feira)

20h00 – 21h30: Mobilização de pessoas pelas mídias sociais para benefício de coletivos. (Paula Diniz e Kalyl Rachid)

13 de Julho (quarta-feira)

14h00 – 18h00: Metadesign e a Cidade Futura: sustentabilidade, cultura e tecnologia (Caio Vassão)

19h30 – 22h30: A utilização do Balanced Scorecard por micro e pequenos negócios – uma abordagem simples e adaptada (Antonio Marcos Ribeiro da Silva)

14 de Julho (quinta-feira)

19h30 – 22h30: Criando modelos de negócio (realmente) sustentáveis (Bruno Peroni, Felipe Amaral, Igor Oliveira)

15 de Julho (sexta-feira)

14h00 – 18h00: Facilitação de Workshop de Inovação e Design Thinking (Eurico Gushi)

19h30 – 21h30: Entendendo a Sustentabilidade de Sua Empresa para Beneficio do Seu Consumidor (Marcio Dupont Caballero)

17 de Julho (domingo)

13h00 – 19h00: Facilitação Gráfica (Mila Motomura)

18 de Julho (segunda-feira)

13h00 – 19h00: Mobilizando pessoas de uma forma simples e divertida (Carolina Lemos Coimbra)

19h00 – 22h00: Facilitação Gráfica para Gestores de Equipes: para reuniões e relações mais produtivas (Camila Rigo)

19 de Julho (terça-feira)

19h00 – 22h00: Inovação com Visão Oriental (André Saito)

19h30 – 22h30:  Autocoaching – Espiritualidade, Empoderamento e Resultados financeiros (Sandro Friedland)

20 de Julho (quarta-feira)

19h00 – 23h00: Oficina Prática de Design Sustentável (Elisa Quartim)

21 de Julho (quinta-feira)

14h00 – 18h00: Experimentando Design Thinking para Serviços (Fabiano Pereira e Fabio Silveira)

19h00 – 23h00: Desvendando a Complexidade (Luiz Bouabci e Ana Biglione)

22 de Julho (sexta-feira)

14h00-17h00: Workshop de Desenho (Mila Motomura)

25 de Julho (segunda-feira)

19h30 – 22h30: Espiritualidade e Teoria do Conhecimento: Epistemologias Alternativas para a vida espiritual(Caio Vassão)

27 de Julho (quarta-feira)

19h00 – 23h00: Experimentando o Design Thinking em Design Gráfico (Fabiano Pereira, Fabio Silveira)

28 de Julho (quinta-feira)

13h30 – 18h30: Oficina de Investigação Apreciativa (Marilda Schiller de Moraes)

29 de Julho (sexta-feira)

14h00 – 17h00: Discutindo Mídias Sociais e as Suas interações (Maria Thereza do Amaral)

19h00 – Festa de Encerramento da Hub Escola de Inverno

 

Comentários (0)

tetra Pak moveis

Tags: , ,

Tetra Pak e o pós-consumo

Postado em 21 junho 2011 por Elisa Quartim

A Tetra Pak é uma embalagem cartonada, mais conhecida caixinha Longa Vida, usada para a proteção e transporte de produtos líquidos ou pastosos, que necessitam de uma boa barreira contra os efeitos do ambiente externo à embalagem. Quando surgiu no mercado foi uma inovação para vários produtos que dependiam a refrigeração para conservar os seus produtos nos supermercados.

Para ter uma barreira eficiente, sem ncessitar de refrigeração. a embalagem cartonada da Tetra Pak é feita de três materiais básicos que juntos resultam em uma embalagem muito eficiente, segura e leve.

Cada material tem uma função especfica:

  1. Papel: garante estrutura embalagem;
  2. Polietileno: protege contra umidade externa, oferece aderência entre as camadas e impedem o contato do alimento com o alumínio;
  3. Alumínio: evita a entrada de ar e luz, perda de aroma e contaminações.

Através da combinação destes três materiais, a Tetra Pak produz um material de embalagem com excelentes propriedades e  performance que proporcionam às embalagens:

Porém após o seu consumo, a separação e a reciclagem desses 3 materiais, virou um desafio para todos os envolvidos no consumo desse material. A separação dos materiais necessita de equipamentos especiais e integração de toda a cadeia.

A reciclagem das embalagens cartonadas pós-consumo fazem parte das metas ambientais estabelecidas pela Tetra Pak em seu sistema de Gestão Ambiental. Eles ajudaram a desenvolver uma tecnologia adequada de reciclagem e incentivam a coleta seletiva.

 

Leia mais

Comentários (2)

Pepsi vegetal

Tags: , ,

PepsiCo anuncia garrafa PET 100% baseada em vegetais.

Postado em 28 abril 2011 por Elisa Quartim

A PepsiCo anunciou no último dia 15/03 que desenvolveu a primeira garrafa plástica de PET, no mundo, feita inteiramente de vegetais – recursos totalmente renováveis – permitindo à empresa fabricar um vasilhame de bebida com emissões globais de carbono significativamente reduzidas.

A nova garrafa da PepsiCo é 100% reciclável. A garrafa é feita de matérias-primas baseadas em fontes vegetais, incluindo o capim, casca de pinheiro e palha de milho. No futuro, a empresa espera ampliar as fontes de energia renováveis ​​usadas na criação da garrafa “verde” ao incluir cascas de laranja, cascas de batata, casca de aveia e outros subprodutos agrícolas provenientes do seu negócio de alimentos. Esse processo reforça ainda mais a vantagem competitiva da PepsiCo chamada de “Power of One”, ao conduzir uma inovação estratégica no setor de bebidas através de uma solução baseada em alimentos.

A PepsiCo é uma das maiores empresas agro-alimentares do mundo e está numa posição única para utilizar os seus recursos na produção de uma garrafa “amiga do ambiente”.

O grupo não divulgou detalhes da tecnologia envolvida na criação da nova garrafa, o que falam é que identificaram métodos para criar uma estrutura molecular vegetal idêntica à do PET derivado do petróleo através da combinação de processos biológicos e químicos. Segundo eles, ela tem aparência e propriedades de desempenho similares à da garrafa PET (garrafa de plástico feita em polietileno) convencional.

A nova garrafa vai começar a ser produzida em 2012, ainda numa fase experimental. Se os resultados forem positivos após o período de testes, a empresa pretende comercializar em grande escala. Mas admitiu que vai demorar alguns anos para conseguir produzi-la e comercializá-la de forma viável.

A PepsiCo afirma que a tecnologia utilizada para a criação desta garrafa é melhor que a da sua concorrente CocaCola (veja aqui), que usa 30% de materiais biológicos.

Fonte:

http://www.blogenergiasrenovaveis.com/
http://blogdoplastico.wordpress.com/

Comentários (1)

Jogo do heroi

Tags: ,

Jogos para a sustentabilidade

Postado em 01 fevereiro 2011 por Elisa Quartim

Nos últimos, educadores, facilitadores e empreendedores buscam novas formas de passar conhecimento de forma mais eficiente e sem ser chato. O jogo é uma das formas que cada vez mais tem sido utilizada. Alguns usam o tabuleiro como centralizador do jogo, fazendo com que ele possa ser jogado por outras pessoas além dos criadores dos jogos.

O design está presente em todo esse processo seja na elaboração do jogo ou no design do tabuleiro. Em alguns jogos que visam a sustentabilidade, o tema está presente também na embalagem e nas peças do jogo. Vejam alguns exemplos:

Play Rethink

O Play Rethink Game é um jogo de tabuleiro dedicado aos designers e pessoas que querem desenvolver soluções sustentáveis. O jogo ensina designers e responsáveis pela inovação de produtos a repensar a criação de seus produtos. Em grupo, várias idéias de produtos são desenvolvidas.

A embalagem do jogo também foi criada de maneira sustentável. Ele foi impresso na Inglaterra pois foi desenvolvido em parceria do Rethink Games Ltd.idds (Instituto de Design para o Desenvolvimento Sustentável), atua como uma ferramenta facilitadora de inovação sustentável e entendimento do uso de ferramentas e estratégias em design sustentável.

O papel com certificação FSC usado foi o Greencoat 80 Velvet, Greencoat 70 Matt Extra e Greencoat 100 Offset, fabricado pela Howard Smith Paper. Esses papéis tem uma grande proporção de fibras recicladas de pós consumo.

A impressão foi feita pela Severprint, que usa fontes renováveis de energia, com tintas à base de vegetais e laminado em um processo sustentável e ecológico. Eles também ajudam a várias instituições.

Este mês na Hub Escola de verão todos poderão conhecer esse jogo. Ele será aplicado no dia 7 de fevereiro. Vejam mais informações aqui.

Banco Imobiliário Sustentável

O tradicional jogo de tabuleiro nessa versão, além dos temas, regras e empresas terem o tema da sustentabilidade, a caixa e as peças buscaram materiais alternativos.

A embalagem foi produzida em papel reciclado e eliminaram o uso de filme plástico para a proteção da caixa. As peças foram feitas com o “plástico verde”, um material feito à base da cana-de-açúcar desenvolvido pela petroquímica Braskem, feito com matérias-primas 100% renováveis.

Fonte: http://ccsp.com.br/ultimas/noticia.php?id=32211

Jogo Negócio Sustentável

Jogo de tabuleiro para adultos e jovens a partir de 15 anos. É um jogo que mostra quanto é divertido e lucrativo realizar negócios sustentáveis.
O tabuleiro é redondo para 2 a 6 jogadores, onde o Planeta Terra é dividido em 12 territórios, tendo o Polo Ártico no centro. O jogo tem dois objetivos, o coletivo que é deixar os territórios do Planeta cada vez mais rico em 5 recursos; e o objetivo pessoal que é ficar rico de forma sustentável, obtendo lucro através de negócios promovendo maior lucratividade para todos os jogadores.
O jogo é dinâmico e divertido. Provoca a mudança de modelo mental para a realização de negócios lucrativos onde não precisa haver perdedores. Através das cartas estimula a coopetição (competição com cooperação), ampliando o repertório de verbos além do comprar e vender, dar e trocar, como arrendar, leiloar, investir, calcular  riscos, emprestar a juros, lucrar , e vários outros. Todos os jogadores são ganhadores, porém com desempenhos diferentes, que são medidos no jogo. Quanto mais se joga melhor negociador se torna.
Mais informações veja aqui: http://www.negociosustentavel.com/

Jogo Consciência da Cooperação

Desenvolvido por Artur Berberian Filho, fundador da empresa “O Espirito da Coisa – Jogos para o Desenvolvimento Humano”, este jogo de tabuleiro cooperativo tráz um desafio aos participantes: terminarem o jogo juntos, ao mesmo tempo, sem eliminações e em menor tempo possível. Um jogo objetivo, lúdico e que trabalha o desenvolvimento da cooperação humana.
Ele também porerá ser experimentado na Hub Escola de Verão no dia 9 de fevereiro. Veja mais aqui.

Jogo Recicle

Criado por Luish Moraes Coelho, é um jogo de tabuleiro cujo tema gira em torno de materiais orgânicos e recicláveis (papel, vidro, longa-vida, plastico e metal) e a mecânica envolve coletá-los e levá-los para a Cooperativa, onde são reciclados em troca de pontos e retorno financeiro.

Cada jogador movimenta uma equipe de até quatro Catadores (com quatro jogadores são três Catadores para cada), que disputam a coleta de materiais, e administram uma Cooperativa, com área de reciclagem e aterro sanitário.

Cada turno possui seis fases: abastecimento, compra de equipamentos para reciclagem, movimentação de Catadores (um espaco por turno), compra de materiais no Armazém de excedentes, negociação livre entre Cooperativas e, por fim, a Reciclagem (recebendo pontos e retorno financeiro). O jogo termina quando esgota a capacidade de algum aterro sanitário ou quando todos os Catadores tiverem iniciado um turno.

O projeto prevê peças feitas com resina de PET reciclado e pedaços de TetraPak reciclado. Na embalagem não há uma segunda embalagem plástica para preservar a caixa de papel pois por enquanto é vendido por venda direta via sedex.

Mais informações no site: http://www.bicodelacre.com/

Jogo do Herói

O Jogo do Herói é um jogo de tabuleiro que foi concebido para fornecer um campo comum e seguro onde os participantes podem refletir com profundidade sobre seus desafios e fases da vida, olhando para o que cotidianamente não olhariam e por ângulos e perspectivas múltiplas e integradas.
Este campo comum tem a forma dos mitos, arquétipos ou padrões universais, lendas e grandes histórias atemporais da humanidade.
Sutileza, leveza, bom humor e um clima de cooperação regem o jogo, oferecendo uma experiência singular de afloramento de idéias e revelação de novas perspectivas para resoluções dos desafios pessoais, pautada na relação entre as grandes histórias da humanidade e o dia-a-dia de cada um.
Mais informações http://www.jogodoheroi.com.br/.

Comentários (2)

HUBESCOLA_cabeça

Tags: , ,

Hub Escola de Verão

Postado em 24 janeiro 2011 por Elisa Quartim

Com objetivo de proporcionar um ambiente inovador para troca de conhecimentos, o Hub São Paulo promove, entre 31 de janeiro e 27 de fevereiro de 2011, a Escola de Verão. Durante quatro semanas, serão realizadas mais de cem atividades, entre eventos, oficinas, desafios coletivos e momentos de reflexão.

Parte de um programa de aprendizado para inovadores sociais, a ação fundamenta-se na premissa de promover troca de saberes em uma rede colaborativa e no princípio de que todos podem aprender e ensinar. Assim, ao compartilhar habilidades e atitudes, os integrantes de uma comunidade global podem criar valor.

São esperados mais de 500 participantes, que poderão trocar informações em sete núcleos temáticos:

  • Envolvimento comunitário
  • Que sustentabilidade é essa?
  • Desenvolvimento humano
  • Empreendedorismo social
  • Gestão e negócios
  • Inovação e tecnologia
  • Artes e cultura

Continuidade do trabalho desenvolvido durante a Escola de Inverno, realizada entre julho e agosto de 2010, a iniciativa integra a proposta de atuação do Hub São Paulo – ecossistema projetado para permitir que as pessoas promovam a mudança que desejam no mundo. Com esse propósito, são disponibilizados espaços e serviços para que os empreendedores sociais possam acessar recursos, realizar conexões, produzir e compartilhar conhecimento.

Vejam a apresentação da Hub Escola de Verão:

Para fazer sua inscrição e consultar mais informações acesse www.hubescola.com.br.

Corredor de aprendizagem

Como durante o evento acontecem várias oficinas, o blog Embalagem Sustentável resolveu fazer uma seleção de sugestões de atividades que se complementam ou que podem interessar os leitores do blog:

Dia 01/02 às 14h00 – Facilitação de Workshop de Inovação e Design Thinking

Dia 07/02 às 19h30 – Play Rethink: o jogo para repensar e inovar produtos de forma sustentável.

Dia 07/02 às 15h00 – Intuir, Imaginar e Criar

Dia 09/02 às 14h30 – Complexidade: obstáculo ou oportunidade? Metadesign.

Dia 13/02 às 10h00 – Facilitação Gráfica Básico

Dia 15/02 às 14h00 – Desvendando a Complexidade: um convite à visão do todo

Dia 18/02 às 14h00 – Experimentando Design Thinking

Dia 19/02
às 09h00 – Eu e as embalagens: reflexões e dinâmicas sobre o consumo, o desenvolvimento e soluções sustentáveis.
às 14h00 – Eu e as embalagens: consumo e suas consequências observadas na Cooperativa de Reciclagem

Dia 20/02

às 10h00 – Facilitação Gráfica Avançado
às 13h30 – Reciclando, reutilizando e criando idéias

Dia 23/02 às 14h00 – Criação de Imagens para Comunicação Sócioambiental: Atraindo os olhos para Transformar Ações

Nos vemos por lá!

Comentários (0)

Rondeel

Tags: , ,

Rondeel – Embalagem de ovos feita com fibra de coco

Postado em 16 novembro 2010 por Elisa Quartim

A empresa holandesa produtora de ovos, a Rondeel, lançou no varejo uma embalagem diferenciada de todas as demais existentes no mercado mundial.

A embalagem foi tecnicamente desenvolvida com a finalidade de produzir ovos dentro de  padrões de total sustentabilidade futura. A caixa de ovo é feito de fibra de coco 100% natural e 100% de borracha natural, produto natural, biodegradável e que não causa impactos ambientais. . A caixa é totalmente biodegradável.

Tem um formato diferenciado que se destaca na gôndola. Porém o seu formato redondo pode dificultar a estocagem do produto em relação às embalagens tradicionais.

A Rondeel tem um conceito completamente novo no alojamento de aves poedeiras. É baseado na ideia de encontrar o equilíbrio entre a aceitação do público, o bem-estar do agricultor e do bem-estar das aves.

Fica aqui uma ideia de material para substituir a embalagem de polpa moldada de papel. O descarte do coco em muitas cidades é um problema e o não aproveitamento desse material é um desperdício pelo seu potencial em se transformar em outros produtos.

Fonte:

http://www.avisite.com.br/

http://www.rondeel.org/

http://www.worldpoultry.net/

Comentários (11)

Poland-Spring-stack

Tags: , ,

ReJuicer – base de garrafa de água vira espremedor de frutas.

Postado em 08 novembro 2010 por Elisa Quartim

O designer norte americano Scott Amron teve uma boa ideia de reaproveitamento da embalagem de água Poland Spring de 3 litros. Ele reutiliza a base da garrafa para um prático espremedor de frutas.

O espremedor de frutas não faz parte do projeto original da garrafa, mas poderia muito bem ser. O próprio conceito do design da embalagem já pensa em um melhor aproveitamento de espaço na estocagem, seja na fábrica, no transporte, no varejo ou em casa. Ao contrário da maioria das garrafas elas são empilháveis e não precisam de uma segunda embalagem para que isso seja possível.

Não vi de perto a embalagem e não sei se o espremedor é eficiente, mas olhando as imagens me parece que precisaria unir as ideias já na concepção do produto. Mudar um pouco o desenho da base para que a segunda função seja mais eficiente.

Projetar um embalagem já pensando em um segundo uso faz com que o seu ciclo de vida seja prolongado e menos plástico seja descartado no meio ambiente.

Fonte:

http://carolhoffmann.blogspot.com/2010/06/re-juicer.html

http://www.amronexperimental.com/ReJuicer.html

http://www.polandspring.com/Products/ThreeLiter.aspx

Comentários (3)

camisetas-coletivoverde

Tags: , ,

Bambu-flor – Embalagem multifuncional e reutilizável

Postado em 29 outubro 2010 por Elisa Quartim

O Coletivo Verde junto com o escritório Design Simples desenvolveram uma embalagem inovadora para a venda de suas camisetas feitas com garrafas PET.

O conceito da embalagem de baixo impacto ambiental foi desenhada para equacionar os requisitos de transporte dos Correios com as características do bambu e um possível pós-uso como floreira. Desde que o Guilherme Augusti Negri me mostrou o projeto da embalagem, fiquei empolgada em poder divulgar a iniciativa deles.

Uma das principais dificuldades iniciais da embalagem é a distribuição feita pelos correios. As embalagens padrões dos correios utilizam muito material como fitas adesivas e etiquetas, são utilizadas apenas uma vez e quase que imediatamente descartadas. Um produto que tem a preocupação com a sustentabilidade não poderia depender apenas dessas embalagens e sim desenvolver uma, mais sustentável, que pudesse ser enviada da mesma forma, mas sem tanto desperdício.

O caminho encontrado foi uma embalagem multifuncional, feita de bambu, que proteja a camiseta no transporte e que se transforma em uma floreira.

O bambu é um material que tem um crescimento rápido na natureza sendo mais vantajoso que a madeira, por exemplo, usada para fazer papel.

No período de testes eles perceberam uma deficiência dos correios brasileiros, por não haver um padrão na colocação de fitas para lacrar, eles colocaram instruções claras de como colocar as fitas para não comprometer a embalagem, mesmo assim, quando era feito um envio para um lugar longe os Correios colocavam metros de fita e comprometia toda a embalagem, principalmente o cordão do saquinho tornando a experiência de abrir a embalagem horrível.

A embalagem ainda está em período desenvolvimento estando aberta à sugestões. É só entrar em contato com guilherme [arroba] coletivoverde [ponto] com [ponto] br.

Vejam o vídeo da embalagem:

Sobre as camisetas do Coletivo Verde

  • A camiseta é feita com tecido PET (50% Pet e 50% algodão) da Aradefe.
  • Toda a estamparia é feita com tintas a base de água, para não gerar resíduos poluentes.
  • A confecção é feita em uma fábrica em Barretos, São Paulo, que respeita os seus funcionários e que trabalha de forma correta e ética.

Fonte:
http://www.coletivoverde.com.br/
http://www.designsimples.com.br/

Comentários (4)

replenish4

Tags: , , ,

Replenish – embalagem com encaixe para refil

Postado em 26 outubro 2010 por Elisa Quartim

A Replenish, uma linha de produtos de limpeza multifuncionais dos EUA, desenvolveu uma embalagem inovadora para vender seus produtos concentrados.

Em uma análise eles perceberam que apenas 5% do antigo produto era realmente o limpador e o resto era apenas embalagem e água.

Para focar a venda do produto concentrado, e não da água ou embalagem, eles desenvolveram um frasco onde o refil se encaixa em sua base, podendo ser usado atá 4 vezes para uma garrafa o mesmo refil. Basta o usuário encaixar na base, encher de água, e usar o produto.

Com essa mudança na embalagem e na forma de vender o produto eles reduziram em 90% o uso de plástico e a emissão de CO2 em comparação com o antigo.

Além disso o produto é feito com ingredientes que não contaminam os oceanos por serem biodegradáveis. Além de ser 2X mais potente na limpeza.

Vejam o vídeo abaixo com a demonstração do produto:

Produtos concentrados não tem muita tradição no Brasil, mas com a preocupação do uso da água esse caminho tem sido uma tendência mundial para os produtos de limpeza. Poucas vezes conseguem reunir tão bem design com esse conceito. Acabam pensando o refil e o produto principal como coisas diferentes. Embalagem refil não precisa ser feia, e sim deve ser prática.

Fonte: http://www.myreplenish.com/

Comentários (5)

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também