Archive | Reutilização

BrickCap, tampinha que vira brinquedo de montar

Tags: ,

BrickCap, tampinha que vira brinquedo de montar

Postado em 04 fevereiro 2013 por Elisa Quartim

Tampinha que vira brinquedo de montar

BrickCap, tampinha que vira brinquedo de montar

 

As embalagens sempre foram ótimas para serem transformadas em brinquedos pelas crianças. Com a imaginação elas são transformadas, e se incorporam ao imaginário das crianças e prolongam o seu ciclo de vida.

A empresa fabricante de embalagens flexíveis Gualapack criou uma tampa que facilita a brincadeira. É a BrickCap, que além de dar segurança e inviolabilidade para produtos alimentícios, ela tem uma segunda função de ser transformada em brinquedo.

O design da tampa permite que ela encaixe em outra tampa podendo ser montada de várias formas, podendo ser constantemente remontada.

Vejam o video do produto abaixo:

 

 

Fonte:

http://www.packagingdigest.com/article/522820-BrickCap_A_packaging_closure_with_a_second_life.php

www.gualapack.com/en

Comentários (2)

Pote vidro Natal

Tags: ,

Enfeites de Natal com embalagens

Postado em 07 dezembro 2012 por Elisa Quartim

Na internet, nesses últimos dias foram compartilhadas várias dicas de enfeites de Natal feitos com embalagens.
É uma ótima forma de reaproveitar uma embalagem e de enfeitar a casa de forma criativa e barata.

Vejam algumas dessas dicas que encontrei:

 

Guirlandas com garrafas PET do Planeta 10.

Segue as dicas para dois modelos:

Material

- Garrafas PET de diversas cores
- Tesoura
- Cola
- Purpurina
- Arame
- Chave de fenda
- Isqueiro ou fósforoMétodo
Modelo 1:
Corte o fundo das garrafas na linha desenhada na própria garrafa. Para facilitar, dê uma leve amassada na garrafa para que então comece a cortar. Para dar um acabamento arredondado queime as bordas com vela ou isqueiro ou então faça dois pequenos cortes, um em cada extremidade, e dobre a garrafa para dentro. Faça isso com todas as garrafas, a quantidade ideal para formar a sua guirlanda vai variar de acordo com o tamanho escolhido. Esquente a ponta da chave de fenda e faça um furo no fundo das peças, onde passará o arame. Passe cola e purpurina na quantidade de garrafas que desejar e espere secar.
Para proteger o enfeite, faça uma mistura de 1:2 de cola e água e passe por cima de todo o trabalho. Depois de seco, passe o arame pelos furos feitos no fundo das peças e encaixe-as conforme mostrado na galeria de fotos acima. Para finalizar basta colocar um laço.Modelo 2:
Para esta ideia os gargalos das garrafas serão a principal matéria-prima. Por isso, é possível reaproveitar as mesmas garrafas PET de onde foram retirados os fundos. Meça um palmo a partir do bico, faça a marcação com uma caneta comum e recorte.
Para uma guirlanda grande, o ideal é utilizar 38 garrafas. Porém, esse número pode variar de acordo com o tamanho desejado e a quantidade de PET disponível. Após cortar as garrafas, basta passar um fio de arame e colocar os gargalos enfileirados no mesmo sentido. Ao finalizar contorne as duas pontas do arame. O ponto desta junção deve ser coberto pelos enfeites, ou então, pode servir como gancho para pendurar a guirlanda na porta ou na parede. Para enfeitá-la basta deixar a criatividade solta e a dica é reutilizar os enfeites do ano passado, para evitar que eles sejam descartados.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=366941686730088&set=a.310889629001961.71212.241902492567342&type=1&relevant_count=1

 

Pote de vidro com boneco de neve do Bellart Atelier.

Use a criatividade e se inspire com esses lindos artesanatos, veja o passo a passo e sugestão para fazerem casa:

Materiais para fazer o enfeite de Natal:

- pote de vidro reciclado;
- um cartão bonito ( opcional);
- pistola de cola quente;
- brilho, gliter;
- enfeites natalinos;
- água;
- fita para decorar.
Cole alguns dos seus enfeites na tampa, para não subirem com a água e brilhos e alguns deixe soltos.
Coloque glitter ou outros brilhos no vidro e então coloque a água.
Feche com a tampa e vire para baixo, você terá um lindo globo natalino de vidro.

http://bellartatelier.blogspot.com.br/2012/11/enfeites-de-natal-reciclagem-e.html

 

Estrela feita com lata do Setor Reciclagem

Você vai precisar de:

  • Latas vazias de refrigerante
  • Tesoura
  • Molde da estrela (Faça usando um plástico transparente)
  • Marcador permanente
  • Régua
  • Objeto pontiagudo. Pode ser um furador feito com uma agulha grossa ou prego (cuidado com ferramentas que possam machucar)

Abra a lata.
Comece forçando a borda de uma tesoura dentro da lata perto da borda superior e longe do logotipo. Corte todos os lados.
Reciclagem com latinhas de alumínio
Trace a estrela com o marcador, usando o molde.
Recorte as estrelas com a tesoura
Veja que sobram mais resíduos do que material para trabalhar. Então certifique-se de descartar corretamente a sobra de alumínio, destinando para reciclagem.
Com o logotipo voltado para cima, coloque a régua entre dois cantos opostos internos. Use o prego ou agulha para marcar uma linha reta. Repita com os outros cantos internos.
Com o logotipo voltado para baixo, coloque a régua entre duas pontas das estrelas. Use o prego ou agulha para marcar uma linha reta. Repita com as outras pontas das estrelas.
Segure a estrela entre os dedos e dobre nas linhas.
Repita a dobra ao longo de todas as linhas.
Use o prego para dar acabamento nas bordas e cantos.
Faça um furinho em cada ponta da estrela. Use uma madeira macia ou outra superfície que permita que você faça os furos com facilidade sem estragar a mesa de trabalho ou seu furador.

Agora use sua criatividade para montar várias estrelas unidas por fios de nylon, desenvolvendo peças de decoração. Use a técnica invertendo a posição das estrelas para fazer com que a parte metálica fique evidente em metade das estrelas. Use os lacres das latinhas para ficar entre cada estrela.

Passo a passo aqui:

http://www.setorreciclagem.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=1047

 

Rena com rolha do Planeta 10

Astes de chenile marrom, miçangas vermelhas, olhinhos de brinquedo, cola quente e clips.
Comece o trabalho com uma rolha de vinho comum e use uma pistola de cola quente para colar a miçanga vermelha, média, em uma das extremidades – (a parte da cola quente deverá ser feita pelos adultos). As miçangas vermelhas transparentes são mais brilhantes e refletem bem a luz, que é exatamente o resultado que se quer em um nariz de rena.
Feito isso, pegue o chenile marrom de mais ou menos 30 cm, e enrole (pelo menos duas voltas) em torno da extremidade oposta à da miçanga. Este será o chifre do seu enfeite.
Chifres pontudos não parecem muito com o das renas, sendo assim, dobre e torça-os até adquirirem a melhor forma. Faça um para servir de exemplo e deixe que as crianças façam os outros, elas têm muitas ideias divertidas de como os chifres devem ficar.
Com o chifre pronto, é hora de colar os olhos. Pegue um par de olhos de brinquedo e cole-os nos lados da face rena, usando a cola quente. Eles podem ser colados tanto no fundo da rolha, onde está colado o nariz, quanto em cima – no comprimento. A escolha varia de acordo com o gosto. Se preferir, os olhos poderão ser pintados ao invés de usar o acessório.
Para finalizar, na parte traseira da rena, pegue um clip usado, que esteja torto e abra-o, deixando uma leve curva no final. Esta curva será o gancho para prender o enfeite na árvore. A extremidade esticada, do clipe, deverá ser fincada na rolha. Caso o clipe fique muito solto, passe um pouco de cola quente no buraquinho e espere secar. Sua rena está pronta para ser usada.
Este enfeite é tão simples que qualquer um poderá fazê-lo. Este trabalho é muito fácil, barato de se fazer e ainda ensina as crianças sobre reciclagem e aproveitamento de materiais.

Comentários (1)

Sendbag, embalagem para serviço postal que vira sacola

Tags: ,

Sendbag, embalagem para serviço postal que vira sacola

Postado em 10 julho 2012 por Elisa Quartim


Sendbag é uma ótima ideia de embalagem para envio de produtos pelo correio. Além de possibilitar a impressão de imagens ela é reutilizável virando um saco de papel. O papelão ondulado dentro Sendbag, pode também ser usado como um cabide de roupa. Feita de material 100% reciclado.

Sendbag também pode ser personalizada, permitindo imprimir uma ilustração personalizada,  podendo ser usada para publicidade.  Pode ser também uma embalagem ideal para a sua loja virtual ou até mesmo uma embalagem de presente para seus parentes e amigos que moram longe.

 

 

Para usá-la é só inserir os produtos que você deseja enviar na Sendbag, cole a tampa, anote o endereço do destinatário, e despachar no correio. O design é da Multipack Sentra Perkasa

Não dá vontade de jogar fora!

 

Fonte: http://www.thedieline.com/blog/2012/7/9/sendbag.html

Comentários (1)

Osni branco2

Tags:

Osni Branco – Esculturas feitas com latas de alumínio

Postado em 28 junho 2012 por Elisa Quartim

 

O artista Osni Branco tem uma interessante história com o metal. Para ele é o material ideal para uma cidade cinza, com longos períodos de chuva e nebulosidade como São Paulo. Isso porque o alumínio cria atmosfera clara, que ajuda a propagar luz aos ambientes.

Uma das últimas obras dele é uma série de peixes brasileiros feitos com restos de lata de alumínio. Tucunarés, piranhas, trairas dão a dimensão do potencial estético do material.

As obras de Osni Branco já foram expostas no Japão (onde morou muitos anos), além de Estados Unidos, França, Suíça, Itália, Mônaco e o Brasil.

 

Alta durabilidade, leveza física e da cor. Essas são características que conferem ao alumínio papel de destaque nas obras de arte contemporâneas.  Mas, apesar da infinidade de aplicações, o metal não seria considerado tão nobre se não fosse por sua capacidade de ser reciclado infinitamente sem perder qualidade. A questão é que se chegou o momento em que não é preciso somente reciclar, mas também inovar.

 

Mais informações:

http://www.osnibranco.com.br/

Comentários (2)

caixas Deise1

Tags:

Caixa de Papelão Deise fornece caixas reaproveitadas e recicladas

Postado em 31 maio 2012 por Elisa Quartim

Vai mudar de casa e não tem a mínima ideia de onde conseguir tantas caixas para a mudança?
Não que comprar caixas novas, mas está difícil encontrar caixas boas no comércio?

Fiquei feliz em receber a indicação da Caixa de Papelão Deise. Ela é uma empresa especializada em reaproveitamento de caixas de papelão semi-novas e usadas e também novas. Há mais de 30 anos no mercado de reciclagem e reaproveitamento, eles tem uma linha de produtos bem diversificada com mais de 70 modelos entre eles tamanho e espessura de papelão.

Caixa de Papelão Deise oferece caixas para mudança residencial e comercial, estoque, armazenamento, transporte em geral, etc. Eles também tem um kit mudança para quem quer comodidade e facilidade na sua mudança.

Vejam como é o processo das caixas de papelão usadas:

  1.  As caixas de papelão são utilizadas por empresas dos mais variados tipos;
  2.  Após o seu primeiro uso, as caixas de papelão são adquiridas pela Caixa de Papelão Deise;
  3.  Neste momento, as caixas de papelão são minuciosamente selecionadas, limpas e invertidas;
  4.  Pronto! As caixas de papelão usadas estão em ótimas condições para o seu uso ou de sua empresa.

O foco da empresa é dar qualidade aos produtos, sem agredir ao meio ambiente, economizando água, energia, árvore e evitando a utilização de cloro e soda cáustica, entre outros agentes nocivos à natureza. Em 2010 a Caixa de Papelão Deise atingiu quase 1.000.000 de quilos de papelão recolocando no mercado sem o processo de reciclagem, evitando a fabricação de novos produtos com a derrubada de novas árvores..

Mais informações:

http://www.caixadepapelaodeise.com.br/

Comentários (0)

Chalk It Up – Caixa de giz multifuncional

Tags:

Chalk It Up – Caixa de giz multifuncional

Postado em 27 março 2012 por Elisa Quartim

Chalk It Up é uma caixa de giz multifuncional que tem o objetivo de ser ambientalmente correta e interativo com o usuário.
A caixa, por ter um uso secundário, acaba minimizando o seu impacto pois aumenta a sua vida útil.

O giz em si é colocado individualmente dentro de um prisma triangular que impede o giz de quebrar quando cai ou quando é transportado.

 

A embalagem é feita com o mesmo material usado para o quadro negro, tornando-se uma superfície para criar pequenas obras de arte e incentivando a criatividade.

Estas caixas são feitas para serem guardadas e reutilizados.

O design é de Sarah Minnerly

 

Fonte:

http://www.sarahminnerly.com/

Comentários (0)

Caixa Checkout, uma alternativa às sacolas

Tags: ,

Caixa Checkout, uma alternativa às sacolas

Postado em 09 fevereiro 2012 por Elisa Quartim

A Jari Celulose, Papel e Embalagens, empresa do Grupo Orsa, coloca no mercado uma nova opção retornável para levar as compras para casa. Uma outra forma para substituir as sacolas pláticas descartáveis e criada para atender ao varejista que quer oferecer aos seus clientes opções para levar suas compras.

A Checkout é produzida em papelão micro-ondulado, matéria-prima proveniente de fontes renováveis, reciclável e biodegradável.

 As vantagens da Checkout são a facilidade na montagem, praticidade no empilhamento, resistência e forte apelo visual. Ela é fácil de estocar e suporta com segurança até 15 quilos.

Suas laterais podem ser customizadas com a impressão de logomarcas e/ou mensagens em até seis cores ou cinco cores+verniz e funciona também como um canal de mídia.

 

Sobre o Grupo Orsa

Uma das principais organizações brasileiras nos setores de madeira, celulose, papel e embalagens, com atuação também no mercado de produtos florestais não madeireiros, o Grupo Orsa traz a sustentabilidade como eixo de sua estratégia de negócios. Com capital 100% nacional, tornou-se referência mundial em manejo sustentável de floresta tropical nativa por suas operações em 545 mil hectares na região Amazônica do Vale do Jari, localizado entre os estados do Pará e do Amapá.

As empresas do Grupo – Jari Celulose, Papel e Embalagens; Orsa Florestal; Ouro Verde Amazônia e Fundação Orsa – atuam de forma integrada, em linha com o conceito internacional dos 3Ps (People – Pessoas, Profit – Lucro e Planet – Planeta), incorporando modelos de ação economicamente viáveis, socialmente justos e ambientalmente corretos.

 

Fonte:

http://www.pack.com.br/blog

http://www.portaldaembalagem.com.br/

Comentários (1)

Lemnis Lighting – embalagem e cúpula de abajur.

Tags: ,

Lemnis Lighting – embalagem e cúpula de abajur.

Postado em 02 fevereiro 2012 por Elisa Quartim

A empresa holandesa Lemnis Lighting, fabricante de lâmpadas de última geração, desenvolveu junto com a Celery Design uma embalagem que comunicasse os diferenciais de sustentabilidade da lâmpada mais econômica.

As lâmpadas consomem 90% a menos de energia comparadas às lâmpadas incandescentes e quase a metade de energia, quando comparadas às lâmpadas fluorescentes (CFL). Além disso, elas duram 35 anos (8 vezes mais que a fluorescentes) e não contém mercúrio tóxico. É um produto mais caro (25 dólares), mas a longo prazo, cada lâmpada representa a economia de cerca de 250 dólares para o usuário.

O projeto foi feito com um processo de design holístico e a exploração abrangente da marca. Foi pensado na pré-produção e na pós-produção.

Um produto com esse preço não deveria ser apresentado da mesma forma que uma lâmpada de um dólar. A uma tecnologia melhor e a experiência do usuário deveria refletir isso. Portanto, em vez de cores berrantes e elementos que pertubam, a embalagem Lemnis é limpa e delicada, com bastante espaço vazio e imagens repousantes.

O formato escolhido foi uma pirâmide truncada, que se destaca nas prateleiras e acomoda firmemente a lâmpada em seu interior. O formato é uma referência ao nome da lâmpada que é Pharoz, em homenagem ao farl que foi uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.

Ela também se encaixa confortavelmente nos contêineres de embarque, o que faz dela uma solução boa de “design para a distribuição”.

O papel é 100% reciclado pós-consumo. E o formato foi estudado para caber seis caixas em uma folha de impressão.

A caixa também é dobrada e fechada sem uso de adesivo, o que facilita a reciclagem.

Foi imaginado todos os destinos possíveis para a embalagem e chegaram a conclusão de que o melhor destino possível seria manter a embalagem perto da lâmpada para qual ela foi feita. Dessa forma, foi projetada para que o consumidor pudesse desdobrá-la, virá-la ao contrário e usá-la como cúpula de abajur.

A caixa-pirâmide é mais cara que uma caixa retangular padrão usada para lâmpadas incandescentes ou as embalagens blister usadas para as fluerescentes compactas, apesar do aproveitamento de papel. Mas ela não é mais cara por ter seu preço embutido como uma porcentagem no custo da lâmpada e oferece um verdadeiro diferenciaç no mercado e um valor duradouro da marca.

O processo de design mudou a forma como a Lemnis concebia as embalagens. Em vez de ser um item de custo e uma superfície para mensagens, a embalagem se tornou uma fonte de valor e um verdadeiro diferencial da marca.

Um bom presente, uma história legal e uma experiência de marca profundamente diferente para essa nova tecnologia.

Fontes:

http://celerydesign.com/our-work/packaging/lemnis-lighting

DOUGHERTY, Brian. Design gráfico sustentável. São Paulo: Edições Rosari, 2011. pgs.151-153. ISBN 978-85-8050-003-5

Comentários (1)

hemp-4-haiti 3

Tags: , ,

Hemp 4 Haiti – Embalagem reutilizável de fibra de cânhamo

Postado em 31 outubro 2011 por Elisa Quartim

O designer americano Blake Lowther projetou uma embalagem reutilizável para enviar alimentos não perecíveis para as vítimas no Haiti. A ideia é enviar produtos com uma embalagem reutilizável, feito com uma das fibras naturais mais resistentes (a fibra de cânhamo) e, caso seja descartada, por ser uma fibra natural, é compostável. Elimina os resíduos e poluição ambiental que os produtos de ajuda aos desastres acabam deixando para trás. A embalagem é fabricada em instalações verde.

A embalagem é trabalhada à mão com cânhamo de alta qualidade, trançado de forma que pode ser facilmente desfiada depois que as mercadorias não perecíveis forem consumidas.  Uma vez desfiada, o cânhamo tem inúmeras aplicações práticas vitais para os esforços de ajuda. Levando o pacto em produtos de socorro, Hemp 4 fornece Haiti lutando comunidades com os meios para seguir em frente.

Junto à embalagem, vem uma etiqueta, identificando o produto enviado com uma foto. Ao desdobrar a etiqueta, há algumas sugestões de como reutilizar a embalagem e a fibra de cânhamo.

Não confundir o cânhamo com a maconha, cujo teor de THC (Tetraidrocanabinol) é bem superior ao do cânhamo, apesar de ambos pertencerem ao género Cannabis. A planta é integralmente utilizada para os mais diversos fins, mas destaca-se especialmente a sua fibra, também chamada de filame, muito usada na indústria de papel, pois um hectare de cânhamo produz o mesmo que quatro hectares de eucaliptos, num período de vinte anos.

Fonte:

http://www.behance.net/gallery/Hemp-4-Haiti-Project/

http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A2nhamo

Comentários (0)

BRFoods-Arrow-High-Res1

Tags: , ,

Perdigão troca embalagens por ingressos e garante a sua reciclagem

Postado em 12 outubro 2011 por Elisa Quartim

A Brasil Foods (BRF), uma das maiores empresas de alimentos do mundo, em parceria com a Maurício de Sousa Produções e a empresa de coleta de resíduos TerraCycle, está lançando uma promoção de cunhos ambiental e social.

Para engajar os seus consumidores em suas ações socioambientais, a marca decidiu explorar a sua parceria com a empresa de coleta de resíduos TerraCycle e desenvolveu, juntamente com a Maurício de Sousa Produções, uma promoção com os produtos da linha da Turma da Mônica Perdigão.

Para participar, basta comprar duas unidades dos produtos da linha Turma da Mônica Perdigão e trocar as embalagens por um ingresso infantil para o espetáculo “Turma da Mônica no Mundo do Circo”. Para mais detalhes sobre a promoção, acesse o site www.perdigaonocirco.com.br.

As embalagens coletadas serão enviadas para a TerraCycle e o que antes era resíduo, será reutilizado e transformado em matéria prima para produtos reciclados. Essa prática aumenta o ciclo de vida dos produtos e diminue a necessidade de extração de matérias primas e recursos naturais do meio ambiente.

Em geral, embalagens de produtos congelados são difíceis de reciclar, por serem multimateriais. Isso é necessário para proteger o produto da umidade presente nos congeladores. A TerraCycle tem cada vez mais se especializado em reaproveitar embalagens de difícil reciclagem, prolongando o seu ciclo de vida.

Desde de Outubro de 2010, a BRF voltou sua atenção para o descarte de suas embalagens, inaugurando a Brigada Perdigão através da parceria com a TerraCycle, que recebe embalagens de produtos congelados e potes de margarina enviados pelos próprios consumidores, através dos Times de Coleta. Com o descarte correto dos resíduos, os participantes arrecadam R$0,02 por embalagem e o valor acumulado é enviado para uma entidade sem fins lucrativos escolhida pelo Time de Coleta. Ou seja, a solução desenvolvida pela TerraCycle e pela BRF vai além dos esforços em prol do meio ambiente e extende-se para o campo social.

Na promoção desenvolvida com a Maurício de Souza Produções, o valor total arrecadado com as embalagens coletadas e trocadas por ingressos para o espetáculo da Turma da Mônica, será destinado para o time de coleta dos colaboradores da BRF em Nova Mutum (MT), que consequentemente ajudará a APAE local.

Fonte:

www.perdigaonocirco.com.br

http://www.brasilfoods.com

http:// www.terracycle.com.br

Comentários (2)

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também