Archive | Novas Matérias Primas

greenvana_sabonete-rosa

Tags: ,

Sabonete Greenvana, embalagem feita com sementes

Postado em 18 outubro 2011 por Elisa Quartim

 

 

 

 

 

Greenvana Eco Store, loja de departamentos virtual que busca produtos “verdes” nacionais e internacionais e oferece ao consumidor as melhores opções para um consumo sustentável. Um desses produtos é o sabonete Greenvana com embalagem feita com sementes.

A embalagem do sabonete Greenvana é feita em papel semente e pode virar lindos cravinhos franceses gerando flores em vez de lixo. O papel semente é um papel reciclado que contém sementes de plantas, ele não possui químicos, cola ou tingimento. Sua produção economiza mais de 50% da energia e água se comparada a um papel virgem. Cerca de 17 árvores são preservadas a cada tonelada de papel produzida. Plantando o papel semente você produz flores no lugar de lixo. Contém instruções no verso de como plantar a embalagem.

Além disso o sabonete tem base 100% vegetal, usa ingredientes orgânicos e traz vitaminas, minerais e antioxidantes. Ainda na sua fórmula, a aloe vera tem propriedades antibacteriana e de hidratação e o óleo de palma ajuda a combater os radicais livres. Ele também é livre dos polêmicos e frequentes químicos nocivos à saúde, já banidos pela União Europeia. Também são feitos com ingredientes orgânicos

Todos os sabonetes Greenvana são livres de sulfato, ftalato e parabenos.

O sulfato é um detergente potente e barato, muito usado em produtos de beleza e de higiene pessoal. Estudos mostram que ele pode ser responsável por coceiras nas costas e no couro cabeludo, diversas alergias, dermatite de contato e inflamações. Os danos que podem provocar na pele, cabelo, olhos e mucosas variam de acordo com sua concentração e a sensibilidade da pessoa. Alguns pesquisadores acreditam que a substância pode ser cancerígena.

Já o ftalato é uma substância química nociva para a saúde humana. De acordo com estudos ela pode causar problemas nas funções reprodutivas e de desenvolvimento, principalmente em crianças.

Os parabenos são utilizados como conservantes, pesquisas observaram que eles podem ser tóxicos para as células humanas. Há chances de que esse componente aumente o risco de câncer em pessoas com predisposição para a doença.

Ingredientes orgânicos são aqueles cultivados sem a utilização de agrotóxicos, transgênicos ou elementos químicos nocivos ao homem e à natureza. A produção orgânica também apoia os princípios éticos do comércio justo.

 

Vejam o vídeo sobre o sabonete Greenvana.

Vejam no vídeo como plantar a embalagem.

Mais informações:

http://br.greenvana.com/

Comentários (0)

Applica_Clear2Go

Tags: ,

Clear2Go, Garrafa com filtro de água

Postado em 08 junho 2011 por Elisa Quartim

Clear2Go é uma garrafa que supre a necessidade de filtrar água quando se está longe de uma fonte de água potável.
A garrafa inclui um filtro substituível que fica preso a tampa e remove impurezas de até 100 galões de água de torneira por filtro.

O design inclui um sistema de fácil compressão para um fluxo de água rápido, pressionando-a através do filtro na saída e eliminando o sipping (saída em pequena quantidade). Fabricada pela Applica Water Products LLC, comerciante e distribuidora de produtos de filtragem.


Para o desenvolvimento dessa garrafa, eles usaram o copoliéster Eastman Tritan™.
O Tritan™, uma nova geração de copoliéster, que combina as propriedades claridade e resistência geral ao calor e química é fabricado sem o BPA (bisfenol A).

O copoliéster“EastmanTritan™ permitiu criar um produto premium, que melhora a percepção do consumidor de beber de uma garrafa reutilizável. Ao contrário dos materiais plásticos tradicionais, tais como o estireno, a acrilonitrila e o policarbonato, o Tritan™ fornece uma vantagem porque combina resistência superior e maior liberdade de design em um material sem BPA. E um design funcional e bonito é primordial para que o seu uso seja incentivado.

A Applica também escolheu o copoliéster Eastman Tritan™para a garrafa Clear2Go porque ele forneceu um produto durável mesmo quando colocado na máquina de lavar louça, resistente a altas temperaturas, à descoloração e ao odor. Mesmo considerando a repetição de lavagens e o desgaste de todos os dias, a durabilidade e a inerente resistência do Tritan™proporcionam um ciclo de vida estendido à garrafa, aumentando a resistência geral do produto.

Para avaliar a durabilidade e a resistência ao impacto da garrafa Clear2Go, a Applica implementou ensaios de flexão ao choque. Depois que os ensaios iniciais estimularam melhorias no design da garrafa,especialistas da Eastman ofereceram suporte técnico prático, o que ajudou a Applica a garantir que seu produto final atendesse a critérios rigorosos deterceiros para o ensaio de flexão ao choque.

Essa garrafa foi projetada principalmente para pessoas que praticam esportes ao ar livre e precisam se certificar que a água está boa para beber, mas pode muito bem ser usada em áreas urbanas, onde nem sempre tem um filtro por perto e a água encanada não é a melhor para o consumo humano.

Fonte:

http://www.pack.com.br/

http://www.clear2o.com/

Comentários (0)

Biopack

Tags: ,

Bandejas feitas com bagaço de cana de açúcar

Postado em 23 maio 2011 por Elisa Quartim

As embalagens Biopack são feitas de bagaço de cana, que é um dos subprodutos da indústria da cana-de-açúcar, portanto uma matéria-prima que além de ser um resíduo é de fonte renovável. O fato de nós usarmos como matéria-prima um resíduo industrial nos distingue de outros produtores que utilizam para suas embalagens ecológicas, matérias-primas que iriam resultar em desmatamento ou competição por área de plantio de alimentos ou combustíveis de fontes renováveis.

A Roots Biopack é um produtor de embalagens inovadoras. Elas são biologicamente degradáveis, recicláveis e compostáveis, em conformidade com as normas EN 13432 (Europa) e ASTM D6400 (Estados Unidos).

As embalagens Biopack foram extensivamente testadas, são higiênicas e cumprem com as normas de segurança alimentares segundo os critérios mais rigorosos da Europa e dos Estados Unidos, incluindo o certificado FDA. A fábrica e o processo de produção também cumprem com as exigências mais rigorosas: tem todas as certificações ISO e também é certificada BRC e HACCP.

As embalagens Biopack são multifuncionais. Por causa de suas excelentes propriedades, as embalagens Biopack podem ser usadas para várias aplicações.
A distribuição no Brasil é feita pela Solupack.
Fabricação: http://www.rootsbiopack.com.br/
Distribuição no Brasil: http://www.solupack.com.br/net/Prod_Detalhes.aspx?id=61&Idioma=1&Chave=1#

Comentários (3)

life_container3

Tags: , ,

Life, garrafa de água feita de papel para a Milano Expo 2015

Postado em 19 maio 2011 por Elisa Quartim

Life é uma garrafa de água feita de papel reciclado criado para a Milano Expo 2015 foi apresentado na Comieco Expopack Design Competition in 2011.

Feito com papel reciclado, não utiliza nenhuma tinta com metais pesados ou adesivo difícil de ser reciclado. A costura dupla garante o isolamento do exterior e dá rigidez ao objeto. Um cordão verde, feito de algodão natural, permite carregar a garrafa no ombro e pode ser enrolado em volta do corpo de papel.

 

Ela foi projetada para fornecer um serviço essencial para a área de exposição e para a cidade de Milão: o livre acesso e uso da água pública. É um produto destinado a promover a redução de embalagens de plástico e de uma cultura sustentável  do uso de água e dos recursos naturais.

Vários pontos de acesso dentro de Milão e da área da Expo irão fornecer a garrafa gratuitamente e os visitantes irão utilizá-la como uma garrafa de 1 dia ou encher várias vezes durante a turnê.

O design é de Andrea Ponti

Fonte:

http://www.behance.net/gallery/Life-Sustainable-Water-Container/1388499

Comentários (0)

Pepsi vegetal

Tags: , ,

PepsiCo anuncia garrafa PET 100% baseada em vegetais.

Postado em 28 abril 2011 por Elisa Quartim

A PepsiCo anunciou no último dia 15/03 que desenvolveu a primeira garrafa plástica de PET, no mundo, feita inteiramente de vegetais – recursos totalmente renováveis – permitindo à empresa fabricar um vasilhame de bebida com emissões globais de carbono significativamente reduzidas.

A nova garrafa da PepsiCo é 100% reciclável. A garrafa é feita de matérias-primas baseadas em fontes vegetais, incluindo o capim, casca de pinheiro e palha de milho. No futuro, a empresa espera ampliar as fontes de energia renováveis ​​usadas na criação da garrafa “verde” ao incluir cascas de laranja, cascas de batata, casca de aveia e outros subprodutos agrícolas provenientes do seu negócio de alimentos. Esse processo reforça ainda mais a vantagem competitiva da PepsiCo chamada de “Power of One”, ao conduzir uma inovação estratégica no setor de bebidas através de uma solução baseada em alimentos.

A PepsiCo é uma das maiores empresas agro-alimentares do mundo e está numa posição única para utilizar os seus recursos na produção de uma garrafa “amiga do ambiente”.

O grupo não divulgou detalhes da tecnologia envolvida na criação da nova garrafa, o que falam é que identificaram métodos para criar uma estrutura molecular vegetal idêntica à do PET derivado do petróleo através da combinação de processos biológicos e químicos. Segundo eles, ela tem aparência e propriedades de desempenho similares à da garrafa PET (garrafa de plástico feita em polietileno) convencional.

A nova garrafa vai começar a ser produzida em 2012, ainda numa fase experimental. Se os resultados forem positivos após o período de testes, a empresa pretende comercializar em grande escala. Mas admitiu que vai demorar alguns anos para conseguir produzi-la e comercializá-la de forma viável.

A PepsiCo afirma que a tecnologia utilizada para a criação desta garrafa é melhor que a da sua concorrente CocaCola (veja aqui), que usa 30% de materiais biológicos.

Fonte:

http://www.blogenergiasrenovaveis.com/
http://blogdoplastico.wordpress.com/

Comentários (1)

FKUR-Tube

Tags: , ,

Primeiro tubo de pasta de dente biodegradável

Postado em 12 abril 2011 por Elisa Quartim

O primeiro tubo de pasta dental biodegradável é lançado pelo fabricante de pasta de dente AllVeggie com a marca Prabhupada. O convertedor da embalagem é a empresa européia Tectubes que utiliza as bioresinas produzidas FKuR.

AllVeggie produz pasta de dente feito com substancias naturais e tem certificação de Comércio Justo. Para a vende desse produto com toda essa preocupação socioambiental, eles procuraram uma embalagem que estivesse de acordo.

Tectubes faz o molde de injeção, extrusão e impressão das várias partes do tubo. O tubo se destaca devido às suas excelentes propriedades mecânicas.

O resultado desse desenvolvimento é um tubo de creme dental fabricado a partir de produtos naturais e renováveis.  Todas as matérias-primas utilizadas são biodegradáveis.

Tectubes é um parceiro global na produção de tubos. Eles produzem mais de 300 milhões de tubos por ano, de suas fábricas na Suécia e na América do Norte.

FKuR Kunststoff GmbH produz e comercializa biopolímeros especiais e personalizados com as marcas Bio-Flex ® (composto de ácido polilático), Biograde ® (composto de éster de celulose) e Fibrolon ® (polímeros reforçados com fibras naturais). FKuR é um dos principais produtores de bioplásticos técnico.
Mais informações:

 

Comentários (0)

ecocan

Tags: , ,

Eco Can, lata reutilizável e 100% biodegradável

Postado em 06 abril 2011 por Elisa Quartim

A Eco Can é uma lata reutilizável e 100% biodegradável.

Feita com plástico biodegradável de fontes renováveis (PLA) e está preparada para bebidas quentes e frias.

Com a capacidade para 280 mililitros de líquido, está preparada para conservar a temperatura das bebidas, graças à sua construção com dupla parede térmica.

Outro ponto positivo é o fato do topo da lata poder ser desparafusado para lavagem e inserção de líquidos – a Eco Can possui uma ranhura semelhante às das latas tradicionais.

Pode ir facilmente a geladeira como ao lava-louças ou micro-ondas.

O preço ainda é alto, ainda que reutilizável, a Eco Can custa 15 euros. Pode ser comprado aqui.

Fonte: http://www.greensavers.pt

Vi aqui: http://bioplasticnews.blogspot.com/

Comentários (1)

BIC-ecolutions-corretivo

Tags: , ,

BIC ecolutions, escritório com materiais mais sustentáveis

Postado em 22 março 2011 por Elisa Quartim

A linha BIC ecolutions, constituída por produtos que colaboram para a preservação do meio ambiente e utilizam materiais reciclados ou materiais provenientes de fontes menos agressivas ao meio ambiente.

Embalagens

As embalagens dos produtos da linha BIC ecolutions são produzidas para ter o menor impacto no meio ambiente.
As embalagens são reduzidas ao máximo sem deixar de proteger o produto. Reduzindo o seu volume acabam otimizando o transporte, reduzindo a emissão de gazes e o seu impacto.
O papel cartão utilizado é 100% reciclado e não são clareados quimicamente.
A tintas utilizandas na impressão são à base de vegetais (basicamente soja), que não contém metais pesados.
Com menos química e sem metais pesados, quando descartadas impactam menos no meio ambiente.
As embalagens em blister a parte de plástico é feito em PET, mais fácil de reciclar, e não é toda plastificada, facilitando a separação dos materiais.

A linha é composta por diversos produtos como:

Caneta BIC ECOlutions Round Stic, cujo material reaproveita embalagens longa vida (pós-consumo) da Tetra Park, uma ação que auxilia também as atividades dos coletores e recicladores.

Cola bastão, única produzida com 100% de plástico reciclado, é lavável, segura, não tóxica.

Lápis BIC Evolution ECOlutions, fabricado com aparas de embalagens de iogurte (pré-consumo), evitando que o resíduo seja descartado na natureza sem tratamento.

Barbeador, feito de material natural renovável (o bioplástico) e bio-pigmentos de origem vegetal;

Corretivo à base de água que não tem solventes e portanto é inofensivo ao meio ambiente.

Fonte: http://www.bicecolutions.com/

Comentários (0)

Seventh-Generation-New-Bottle1

Tags: ,

Seventh Generation com embalagem de papel

Postado em 17 março 2011 por Elisa Quartim

Seventh Generation é uma empresa americana que faz produtos de limpeza amigos do meio ambiente.
Recentemente eles lançaram um amaciante com uma fórmula 4X mais concentrada em uma nova embalagem feita com papel. Além da nova embalagem, o  produto também é atóxico, sem clareador óptico, com fórmula biodegradável, antialérgico e sem corantes ou fragrâncias.
A parte de papel, em formato de concha, é feito com papel 100% reciclado sendo que 70% com papel cartão e 30% com papel jornal.Pode ser favilmente reciclado ou compostado.
Dentro do frasco de papel vem uma bolsa de plástico feito em PEBD e a tampa em PP, facilmente recicláveis.
Inicalmente, apenas 1/4 das embalagens de 4x Laundry Detergent virão na nova embalagem de papel/plástico.
Ano passado, a embalagem desenvolvida pela Ecologic Brands, já havia sido testada pela Strauss Family Creamery para transportar leite.
Em uma comparação com a embalagem comum de amaciante, essa embalagem irá usar 66%  menos plástico.

Comentários (1)

mandioca

Tags: , ,

Pesquisa brasileira transforma amido de mandioca em sacolas e bandejas plásticas

Postado em 03 dezembro 2010 por Elisa Quartim

Professores e alunos dos cursos de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos do Centro de Ciências Agrárias e de Biotecnologia, do Centro de Ciências Exatas (CCE), da Universidade Estadual de Londrina (UEL), desenvolveram uma pesquisa para transformar o amido de mandioca em plástico.

A partir da pequisa eles já estão produzindo bandejas para alimentos e filmes para diversas aplicações, inclusive sacos para mudas de plantas, além de cobertura de solo, com até 60% de amido de mandioca.

As bandejas produzidas na universidade são semelhantes às bandejas de isopor comercializadas em supermercados utilizadas para embalar alimentos, porém são produzidas à base de amido de mandioca e fibra de bagaço de cana. Diferentemente das bandejas comerciais, consideradas prejudiciais ao meio ambiente, o material desenvolvido na UEL é totalmente biodegradável.O tempo de permanência do material no ambiente varia de acordo com as condições ambientais, mas a pesquisa demonstra que, em contato com a terra, luz ou água, os produtos se degradam em pouco tempo.

O material para embalagem, na forma de filme, é resultado do processamento por extrusão, isto é, a mistura do amido de mandioca com glicerina e um polímero biodegradável sintético. O resultado prático é a substituição do material não degradável pelo produto biodegradável. Ao contrário de outros materiais, os produtos à base de amido de mandioca se decompõem facilmente.

O amido de mandioca é uma alternativa na substituição de materiais não degradáveis, ao mesmo tempo em que incentiva o aumento da produção de mandioca. A bandeja biodegradável é apenas uma das alternativas propostas pelo grupo de pesquisadores. Produtos biodegradáveis também são aplicados à agricultura com bons resultados. É o caso da cobertura para solo, utilizada no cultivo de morangos. Além dos sacos usados na proteção de frutas no campo e do acondicionamento de mudas de plantas.

No mundo, são produzidos por ano cerca de 150 milhões de toneladas de plástico. Com cerca de 60% de amido de mandioca, os produtos provocariam menor impacto ambiental. A produção com amido de mandioca tem maior viabilidade. Hoje, temos filmes biodegradáveis prontos para aplicação, que inclusive podem ser produzidos em escala industrial.

Segundo os pesquisadores, os filmes estão prontos para aplicação e utilização, mesmo assim algumas características ainda serão aperfeiçoadas. A ideia é deixar o material cada vez mais semelhante aos produtos vendidos no mercado. A tecnologia ainda está em fase de laboratório e precisa ser adaptada para a produção industrial.

Vejam uma reportagem da globo mostrando a pesquisa:

Fonte:

http://www2.uel.br/com/noticiadigital/

http://bioplasticnews.blogspot.com/

http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/

Comentários (2)

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também