Archive | Eventos

SCS Sao Paulo Logo

Tags:

Sustainable Cosmetics Summit – Latin America

Postado em 16 agosto 2013 por Elisa Quartim

SCS Sao Paulo Logo

A edição latino-americana da Sustainable Cosmetic Summit acontecerá em São Paulo, de 18 a 20 de setembro. Os temas centrais desta segunda edição serão as Formulações verdes e embalagens sustentáveis. O Summit trará uma abordagem prática da redução do uso das embalagens tradicionais dos produtos cosméticos utilizando ingredientes verdes e embalagens ecológicas. Para receber o programa da conferência, por favor clique aqui

O Summit reunirá empresas e instituições líderes ligadas à sustentabilidade no setor de cosméticos e da indústria de cuidados pessoais. A cúpula é composta por quatro sessões de seminários e dois workshops interativos ao longo de 3 dias. Mais detalhes

++ Obs:  O summit será em Inglês e Português com tradução simultânea ++

Organizado pelo Organic Monitor, o objetivo do Sustainable Cosmetics Summit é de incentivar a sustentabilidade no setor cosmético, reunindo os principais atores interessados em debater questões cruciais em um fórum de alto nível. A próxima edição européia será realizada em Paris (de 21 a 23 de outubro), enquanto que a próxima edição da região da Ásia-Pacífico terá lugar em Hong Kong (em 11 a 13 de novembro).

“Sustainable Cosmetics Summit”
Onde: São Paulo
Quando: 18 a 20 de setembro

Mais informações aqui: http://www.sustainablecosmeticssummit.com/pn2013/index.htm

Comentários (0)

Embalagens frutas e hortaliças INT 3

Embalagens retornáveis para frutas e verduras do INT

Postado em 25 fevereiro 2013 por Elisa Quartim

Embalagens frutas e hortaliças INT 1

 

Entre o campo e o consumidor final, o mundo desperdiça anualmente 1,3 bilhões de toneladas, ou um terço do total dos alimentos destinados ao consumo humano, segundo dados divulgados pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). No Brasil, cerca de 40% das frutas e hortaliças produzidas não chegam à mesa do consumidor, sendo as embalagens inadequadas identificadas como um importante fator para a continuidade dessa situação.

Para reverter essa situação, uma equipe de designers do Instituto Nacional de Tecnologia, apoiada pelo Fundo Tecnológico (Funtec) do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), desenvolveu o projeto Embalagens valorizáveis para o acondicionamento de frutas e hortaliças. O resultado foi um sistema que combina uma bandeja reciclável com uma base articulada e retornável.

Embalagens frutas e hortaliças INT 2

 

As geometrias das bandejas são variadas, resultando do escaneamento 3D de diferentes tipos e calibres das frutas contempladas pelo projeto: caquis, mangas e mamões. A base, que se dobra e arma com um simples movimento, facilita a logística, além de reduzir o tempo de montagem em relação às caixas convencionais. Os tamanhos disponíveis, por sua vez, se adequam perfeitamente aos pallets brasileiro e europeu, validando a solução tanto para uso no mercado interno quanto para exportação. As bases, mesmo com dimensões diferentes, também se encaixam entre si, permitindo um empilhamento unificado e preciso.

Embalagens frutas e hortaliças INT 3

 

A estrutura da base é aerada, leve e resistente e o encaixe perfeito, o que minimiza o impacto nas frutas e reduz o desperdício ao longo da cadeia de venda e distribuição. O sistema, mesmo quando as embalagens estão empilhadas, permite ventilação e resfriamento apropriados, evitando o amadurecimento precoce dos frutos. As bandejas podem ser produzidas em PET transparente e reciclável, permitindo visualização 360º das frutas, sendo ideais para uso nos pontos de venda.

As novas embalagens para frutas desenvolvidas pela área de Desenho Industrial do Instituto Nacional de Tecnologia (INT/MCTI) foram escolhidas para receber o IF Design Award, o mais importante prêmio internacional em design. Vejam o video feito para a premiação:

 

 

A equipe que desenvolveu a embalagem é composta pelos designers Luiz Carlos Motta, Gil Brito, Marcos Garamvolgyi, Welida Barbosa, Diego Costa, Karina Araujo, Marina Moreira, Luciano Gralha, Clemêncio Rodrigues e Pedro Braga. O INT tem como parceiros no desenvolvimento deste projeto o Centro de Tecnologia de Alimentos (CTAA) da Embrapa e o IMA/UFRJ.

 

Fontes:

http://www.int.gov.br/noticias/int-recebe-pr%C3%AAmio-if-design

http://exhibition.ifdesign.de/entrydetails_en.html?beitrag_id=107438

Comentários (3)

convite_digital03

Tags:

Ideia Papirus – desenvolvimento sustentável por meio da embalagem.

Postado em 08 agosto 2012 por Elisa Quartim

 

No intuito de multiplicar conhecimento para transformar conceitos sobre desenvolvimento sustentável por meio da embalagem, a Papirus realizou no último dia 01 de Agosto o evento “Ideia Papirus” em Higienópolis, na sede do IED-Istituto Europeo di Design, apoiador da iniciativa.

Vários pontos interessantes foram apresentados durante as palestras, que tinham como temas e palestrantes: Tendências de Consumo ministrado por Andréa Fortes, sócia-diretora da Sarau Comunicação; Design de Embalagens apresentada por Alan Richard, consultor e professor de embalagem do IED; Novidades pós Rio+20 com Carolina Piccin, sócia-diretora da Sistema Ambiental e da MateriaBrasil e; Felipe Zacari Antunes, gerente de sustentabilidade do Walmart Brasil que falou sobre O Varejo Estimulando a Sustentabilidade para o consumidor final.

Os assuntos abordados despertaram o interesse do público, que pôde discutir pontos importantes como o papel do desenvolvimento ao criar embalagem (design) de maneira sustentável; o momento de oportunidade que o Brasil vivencia; a necessidade de analisar toda a cadeia e as possibilidades de cada produto ou serviço realmente se tornarem mais sustentáveis; e também a importância de uma comunicação mais clara, lúdica e eficiente para que o consumidor absorva a informação de qual destino dar para a embalagem.

Sobre a Papirus

A Papirus Indústria de Papel S/A é a primeira empresa do Brasil a usar aparas (sobras de papel) na fabricação de papelcartão reciclado. Fundada em 1952, a empresa nasceu com a necessidade da fábrica de chapéus da família Ramenzoni assumir sua própria produção de embalagens. Em poucos anos, a fabricação de papelcartão tornou-se a principal atividade da família.

Em 1972, a Papirus inaugurou sua fábrica na cidade de Limeira, a 131 km da capital paulista. Com 32.000 m2 de área construída, 544.000 m2 de área total e 336 funcionários, a empresa é responsável pela produção de 82.000 toneladas líquidas de papelcartão por ano, reciclando 60.000 toneladas de aparas de papel.

A Papirus tem uma importante atuação no mercado de papelcartão atendendo empresas que são referência no país. Seu reposicionamento está focado na flexibilidade, DNA transformador e relações de valor, com capacidade de atender a demandas customizadas que variam do papel 100% reciclado ao 100% virgem, com todas as certificações ambientais necessárias.

www.papirus.com

Fonte:  www.wix.com/frissonassessoria/frisson

 

Comentários (1)

Postal Drupa

Tags:

Leitores do Embalagem Sustentável tem 20% de desconto no Painel Drupa

Postado em 22 junho 2012 por Elisa Quartim

Para ampliar o conhecimento sobre tudo o que aconteceu na Drupa 2012, o Instituto de Embalagens preparou uma programação especial com a participação de mais de oito palestrantes para trazer ao público um conteúdo completo sobre todas as inovações e tendências do mercado gráfico e de impressão que foi pauta durante a feira alemã.

Já estão confirmados na programação as empresas Agfa, Comexi, FuturePack, Heidelberg, Stora Enso e Zanatto, contando sobre seus produtos e serviços e sobre os novos investimentos para acompanhar o mercado.

O evento será estruturado com table tops para melhorar a interação entre os presentes e contará também com um debate falando das “Oportunidades para a Indústria Gráfica e de Embalagens frente às inovações apresentadas durante a Drupa 2012”.

Para encerrar o evento, o Instituto de Embalagens preparou os principais tops do “Day of Pack” que dedicou um dia especial falando do futuro da embalagem e um debate promovido com a participação de importantes nomes representantes da indústria gráfica nacional.

O evento será uma excelente oportunidade para os profissionais da indústria gráfica e profissionais de embalagens, entenderem porque a edição da Drupa deste ano reservou uma programação exclusiva para o Packaging.

As inscrições podem ser realizadas através do site do Instituto de Embalagens, Clube da Embalagem e do e-mail cursos [arroba] institutodeembalagens [ponto] com [ponto] br.

Para ganhar 20% de desconto é só falar que é um leitor do Embalagem Sustentável.

 

Serviço:
Painel DRUPA 2012
Data: 04 de Julho
Horário: 8h30 às 16h00
Endereço Rua Oscar Freire, 2039 – São Paulo/SP
Informação de inscrições: cursos [arroba] institutodeembalagens [ponto] com [ponto] br ou telefone 55 11 3431-0727/ 55 11 2854-7770
ou online através dos sites www.institutodeembalagens.com.br e www.clubedaembalagem.com.br

 

Comentários (0)

Pos Design embalagem Mackenzie 2012

Tags:

Pós em Design e Inovação em Sistemas de Embalagem

Postado em 13 junho 2012 por Elisa Quartim

A Universidade Presbiteriana Mackenzie está com inscrições abertas até dia 24 de junho para curso de especialização, pós graduação Lato Sensu 2012, em Design e Inovação em Sistemas de Embalagem.

O Objetivo do Curso é capacitar profissionais para áreas de sistema de embalagem desde o estudo da superfície ao material utilizado e a desmaterialização discutindo questões de inovação, gestão e sua relação com meio ambiente.

Dar subsídios para o estudo e  o desenvolvimento de projeto de sistema de embalagem. Proporcionar a compreensão e vivência de processos criativos e de mercado na área de design de embalagem. Incorporar valores de gestão e inovação e respondendo a demandas do mercado.

Foi criado um blog e uma página no Facebook onde estão sendo postados diariamente materiais relacionados a temática do curso, informações sobre corpo docente, entre outros.

 

Público-Alvo

O público são profissionais graduados em diferentes áreas como Design, Desenho Industrial, Arquitetura, Comunicação, Marketing, Produção, Publicidade, Engenharia e outras áreas relacionadas que desejam aprofundar seus conhecimentos sobre o tema.

 

Conteúdo do Curso

Módulo - Design de Embalagem: Fundamentos e conceitos
Inovação em Design de Embalagem
Embalagem e Consumo: Etnografia e Pesquisa de Comportamento do Usuário
Sistema de identidade em embalagem
Sustentabilidade: contexto atual e cenário futuro

Módulo – Projeto Estratégico em Embalagem
Gestão de Projeto
Marketing, Branding e Design emocional de Embalagem
Processo de Transformação: Materiais, Tecnologias e Inovação
Concepção de Projeto em Embalagem e sistemas

Módulo - Projeto e Representaçào de Sistema de Embalagem
Representação e Produção Gráfica
Projeto de Embalagens
Modelagem e software simulação de Embalagem
Módulo: Metodologia de Trabalho Científico e entrega da Monografia.

Duração do Curso
4 Módulos - 416 horas/aula sendo: 384 horas/aula presenciais em 3 semestres e 32 horas/aula ministradas à distância, além da orientação de Monografia.

* O aluno deverá cursar a disciplina on line em horário diverso do seu curso, de qualquer lugar, com disponibilidade de um computador com acesso à internet e multimídia, ou utilizando os laboratórios de informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

 

Processo Seletivo – 2º Semestre / 2012

A seleção do candidato será realizada mediante análise de curriculum vitae a ser preenchida na ficha de inscrição.
Período de Inscrição: 09/04 a 24/06/2012
As inscrições deverão ser feitas somente on-line.

Para fazer a inscrição, acesse: http://www.mackenzie.com.br/design_embalagem.html

 

 

Comentários (0)

congresso aço

Tags:

1º Congresso de Embalagem de Aço

Postado em 03 maio 2012 por Elisa Quartim

A Abeaço , Associação Brasileira de Embalagem de Aço, promoveu o 1º Congresso de Embalagem de Aço, que aconteceu durante a Expo Embala SP. O congresso fez parte das atividades da Vila do Aço, espaço organizado pela Abeaço para reunir as principais empresas do setor. As palestras abordaram o mercado do aço, a evolução na fabricação das embalagens, inovações, aplicações e ciclo de vida da lata de aço, com foco em meio ambiente e tecnologia.

 

Paulo Campissi destaca inovação na fabricação do aço pela CSN

Paulo Campissi, coordenador de Projetos e Inovação em embalagens do Centro de pesquisas da CSN, abriu o ciclo de palestras do 1º Congresso de Embalagem de Aço. Ele falou da Inovação e Evolução no Aço para Embalagens no Mercado Nacional e Internacional.

Ele iniciou a apresentação com um histórico do aço, desde antes de Cristo até os dias atuais. Em seguida, falou sobre como funciona a produção do aço e sobre a extração das matérias primas (carvão mineral e minério) usadas nas indústrias, seja para fabricar embalagens, carros ou eletrodomésticos, por exemplo.

Ele explicou ainda que a CSN está trabalhando para diminuir o custo de fabricação do aço e investindo em inovações para que empresa seja um referencial no mercado. “Em nosso centro de inovação fazemos a manutenção, recuperação e prospecção de mercado das folhas de flanders usadas pela indústria”, explicou Campissi.

 

Ellen Wauters falou sobre os trabalhos que a EMPAC faz para incentivar o uso de embalagens de metal

Na segunda palestra do foi com a belga Ellen Wauters, especialista em sustentabilidade que coordena atividades de sustentabilidade da EMPAC (European Metal Packaging), deu um panorama sobre as embalagens de aço na Europa e no mundo.

A EMPAC nasceu em 2006 para reunir e representar as empresas do setor de embalagens de metal. A instituição dá apoio a onze associações nacionais que representam o metal nos principais países da Europa e é composta por seis fabricantes de latas internacionais e a Apeal (Association of European Producers of Steel for Packaging).

De acordo com Ellen, a maioria das atividades da instituição está focada em sustentabilidade. O objetivo da EMPAC é garantir que os metais sejam usados em grande escala como embalagens para proteger o meio ambiente. Ela explicou ainda que o foco é fazer com que os metais saiam da categoria não renováveis e tenham uma categoria própria, pois são infinitamente recicláveis sem perder suas propriedades.

Os países da Europa reciclam 72% de suas latas de aço porque acreditam que este tipo de embalagem é um material mais fácil e economicamente viável de ser classificado e recuperado. A seleção pode ser feita por imãs.

Segundo a especialista, a EMPAC também possui um projeto para evitar o desperdício de comida incentivando o uso de metais em embalagens. “Estamos trabalhando em um programa de comunicação para mostrar que a lata é uma solução para esta questão, afinal, a embalagem funciona como um “armazém móvel”. Além de manter as propriedades, protege os alimentos”, explica Ellen.

 

Professor Fabio Mestriner destaca a importância das embalagens na hora da compra

Encerrando o segundo dia do ciclo de palestras do 1º Congresso de Embalagem de Aço, o professor da ESPM, Fabio Mestriner, falou da importância de uma boa embalagem. Ele abriu sua apresentação mostrando que as embalagens evoluíram para atender as necessidades e anseios da sociedade, contando um pouco da história das embalagens.

Depois do breve histórico de como as latas saíram dos pequenos armazéns, que vendiam alimentos a granel, para os produtos finalizados, Mestriner destacou a importância da embalagem. Na maioria dos casos, é ela que decide a compra no ponto de venda, por ser atraente e chamar a atenção. O especialista falou ainda da relação entre os produtos e a internet por meio das embalagens, grande tendência do mercado para os próximos anos.

Finalizando a palestra, Mestriner explicou que a embalagem é fundamental no marketing 3.0, afinal a maioria dos produtos não têm campanha de lançamento, por isso cabe a embalagem a missão de ser atrativa para o consumidor e as empresas precisam investir nessa área para ter um maior retorno em suas vendas.

 

Silvia Dantas fez palestra sobre qual o conceito da palavra inovação do ponto de vista do pesquisador

A pesquisadora do CETEA (Centro de Tecnologia de Alimentos e Apoio Empresarial), Silvia Dantas, abriu o segundo dia de palestras, 26 de abril, do 1º Congresso de Embalagem de Aço, com a apresentação “Inovação de Embalagem de Aço na Visão do Pesquisador”. Silvia disse que as empresas buscam inovações, principalmente, para atender as necessidades dos consumidores e ampliar suas receitas.

Outras vantagens que podem ser exploradas são a sensorialidade e prazer, saudabilidade e bem estar, conveniência e praticidade, qualidade e confiabilidade, ética e sustentabilidade. De acordo com Silvia, as embalagens precisam atender a todos estes fatores para ser atraente para o consumidor.

 

Joseti Gatti mostra a importância da Avaliação do Ciclo de Vida nos processos de produção das embalagens de aço

A terceira palestra foi com a pesquisadora do CETEA (Centro de Tecnologia de Alimentos e Apoio Empresarial), Joseti Gatti. Ela falou sobre a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) que contempla desde a extração das matérias-primas para a produção dos produtos até o processo de reciclagem ou descarte.

O processo da ACV, de acordo com Joseti, começa com a definição do objetivo da pesquisa, análise de inventário (estudo de campo), avaliação do impacto (consumo de recursos, poluição do ar, da água e do solo) e, por fim, interpretação dos resultados do inventário. Este tipo de estudo é importante para identificar qual é o ponto crítico do processo de produção. “Em um estudo podemos descobrir se o problema está na logística ou na tecnologia, por exemplo, e é neste ponto que devemos intervir”, ressalta Joseti.

Joseti apresentou ainda o case de um projeto do CETEA, em parceria com FINEP e CSN, que identifica as vantagens e desvantagens de usar o aço pós-consumo na fabricação de novas folhas de aço. “A ACV é interativa e dinâmica, podemos sempre atualizar os dados quando alguma parte do processo de produção é alterada”, diz.

Mas a especialista alerta que não é recomendável que as decisões sejam baseadas somente nos estudos de ACV. “Os resultados devem ser analisados junto com as questões sociais, tecnológicas e comerciais que envolvem a produção”, finaliza a pesquisadora.

 

Palestra sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos encerra o 1º Congresso de Embalagem de Aço

O último palestrante, José Valverde, falou sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) na tarde da última quinta-feira, 26/04. Valverde é especialista em Direito Ambiental e Gestão Ambiental e coordenou tecnicamente a formulação da PNRS, bem como a Política Estadual de Resíduos Sólidos do Estado de São Paulo.

Valverde afirmou que só foi possível superar o processo de formulação da lei e do decreto regulador da PNRS, que já estava tramitando há 20 anos no Congresso, com a participação da sociedade e da indústria, um dos principais protagonistas. “O governo achava que o “poluidor” (leia-se indústrias) é quem deveria pagar esta conta, agora chegamos ao consenso de que o poder público e a coletividade são responsáveis pelo meio ambiente”, explica.

Segundo o especialista, foi fundamental para o processo legislativo do PNRS a articulação entre legislativo e executivo, o engajamento das entidades e a ampla participação da sociedade organizada. “Estes são os responsáveis pela efetividade das ações voltadas para a PNRS”, ressalta.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos aprovada em 2010 deve ser implementada até 2014 no país. Esta lei determina, entre outras ações, a criação da logística reversa para dar destinação correta às embalagens pós-consumo.

Para a logística reversa das embalagens ser colocada em prática, Valverde disse que são necessários acordos setoriais, regulamentos expedidos pelo Poder Público e termos de compromisso. “Um bom exemplo de como as empresas estão se organizando para atender esta demanda é a Prolata. Fiquei muito feliz quando li que seria a primeira instituição a trabalhar integralmente dentro da PNRS”, afirma o especialista.

A Associação Prolata Reciclagem, instituição sem fins lucrativos criada por 15 empresas do setor de embalagens de aço, visa reciclar embalagens de aço pós-consumo. Serão criados centros de reciclagem em todo o país que receberão diariamente embalagens vazias, que serão classificadas, prensadas e enviadas para siderúrgicas transformarem o material em novas chapas metálicas para reutilização. O primeiro centro será inaugurado em São Paula, ainda em 2012. “Esta iniciativa vai articular as entidades do setor, cooperativas e consumidores”, afirma.

 

Sobre a ABEAÇO

A Associação Brasileira de Embalagem de Aço foi criada em maio de 2003 com o objetivo de fortalecer a imagem da embalagem de aço, além de dar suporte técnico e mercadológico aos seus fabricantes. A entidade sem fins lucrativos investe e apóia em iniciativas de gestão ambiental, sobretudo quando associadas a finalidades sociais, para aproximar os interesses de toda a cadeia produtiva para desenvolver soluções e produtos, no Brasil e no exterior. A instituição soma esforços para fomentar pesquisas, desenvolver campanhas de esclarecimento, participar de eventos e divulgar as características das latas de aço.

Hoje, a Associação reúne empresas do setor interagindo intensamente com entidades empresariais, fabricantes de embalagens, organizações ambientalistas e o governo.

 

Saiba mais sobre a ABEAÇO acessando o site www.abeaco.org.br

Informações sobre o 1º Congresso de Embalagem de Aço através do e-mail abeaco [arroba] abeaco [ponto] org [ponto] br

Comentários (0)

AoW-email

Tags:

AALTO on Waves – troca de conhecimentos entre Brasil e Finlândia

Postado em 25 novembro 2011 por Elisa Quartim

Aalto on Waves (Aalto nas ondas) é um projeto inventado pelos estudantes da Universidade Aalto de Helsinque. 110 estudantes e funcionários da universidade começaram no dia 16 de novembro uma viagem inesquecível de Helsinque ao Brasil.

O grupo pegou um voo até Lisboa, onde embarcou no navio rumo ao Rio de Janeiro. No caminho, eles param na ilha de Gran Canaria, no Recife e em Salvador. Do Rio de Janeiro, eles vão de ônibus até São Paulo, que é a etapa final da viagem. Durante a viagem, os estudantes enfrentam os desafios da vivência em grupo e criam novos laços de amizade e cooperação.

O objetivo da viagem é construir uma compreensão mútua entre a Finlândia e o Brasil. Além disso, espera-se de que o intercâmbio promova novos projetos de cooperação. Os participantes do Aalto nas Ondas querem aprofundar o conhecimento cultural dos dois países e acreditam que há muito o que aprender uns dos outros. Um dos temas de foco é a cooperação educacional e econômica entre o Brasil e a Finlândia. No contexto mais geral, espera-se promover as conexões entre a Europa e o Brasil.

Os estudantes também são embaixadores informais da próxima edição do World Design Capital, que tomará Helsinque, a capital finlandesa, com uma programação intensa de exposições, feiras, mostras de arte e operações urbanas durante o ano de 2012.

Aplicados, os estudantes prometem passar grande parte do tempo a bordo (serão 12 dias até o desembarque no Rio de Janeiro) no centro de conferências do navio, estudando, projetando, discutindo negócios, assistindo a conferências, tendo aulas de português. Fazer amigos, produzir vídeos e fotos, blogar, tuitar e compartilhar tudo pelo Facebook também está no programa. Durante a viagem, vão passar pelas Ilhas Canárias, Tenerife, Recife, Salvador e Rio de Janeiro. Do Rio, partem por terra para São Paulo, onde o programa acaba, no dia 11 de dezembro.

 

Aalto no Brasil

No Brasil, a pesquisa sobre o tema do empreendedorismo e economia criativa continua. No Rio, o foco serão projetos sociais, e os estudantes terão apoio da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UERJ). Em São Paulo, participarão de seminário sobre legislação e tecnologia, sobre riscos e oportunidades de investir no Brasil, e terão contato com a Universidade de São Paulo (USP).

O programa em São Paulo é tão diverso quanto o grupo de participantes. Serão oferecidos cursos em tecnologia marítima, administração de empresas, empreendedorismo, design e artes. Como prevê a própria missão da Universidade Aalto!

 

 

Universidade Aalto

A Aalto University é novíssima e já lidera em pesquisa e educação na Finlândia. Nasceu do mix de currículos das universidades de tecnologia, economia, arte e design. Por isso seus alunos têm uma formação bem abrangente, aberta e completamente voltada para a inovação e o empreendedorismo.

 

Site do projeto:
http://www.aaltoonwaves.com/

Sobre o evento em São Paulo
Site do evento: https://www.facebook.com/event.php?eid=198532396887628

Inscrições: https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dDlNa0JPU0VZT3BMelc5b1lPZUp4Smc6MQ

Mais informações e/ou dúvidas: aow [ponto] fauusp [arroba] gmail [ponto] com

Outras informaçõeshttp://www.aaltoonwaves.com

Data e Locais

Dias 7 e 8
FAU-Butantã // Exposição
Rua do Lago, 876 – Cidade UniversitáriaIEE – Instituto de Eletrotécnica e Energia // Cinema e Palestras
Avenida Professor Luciano Gualberto, 1289 – Cidade UniversitáriaDia 9
FAU-Vila Penteado // Palestras
Rua Maranhão, 88 – Higienópolis

Programação completa:  http://www.slideshare.net/elisaqb/programao-aalto-on-waves-usp

Divulgue e convide seus amigos para o evento também via Facebook
https://www.facebook.com/event.php?eid=198532396887628

Comentários (1)

III-ISSD—III-SBDS2

Tags:

III ISSD – International Symposium on Sustainable Design

Postado em 12 setembro 2011 por Elisa Quartim

O Simpósio Internacional de Design Sustentável (ISSD), organizado em conjunto com o Simpósio Brasileiro de Design Sustentável (SBDS), é um dos mais importantes eventos científicos da América do Sul sobre a relação do Design com a Sustentabilidade.

Realizado a cada 2 anos, teve sua primeira edição em 2007 na cidade de Curitiba-PR, com a organização da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A segunda edição aconteceu em 2009 na cidade de São Paulo, com a organização da Universidade Anhembi Morumbi. Este ano (2011), o evento irá ocorrer entre os dias 15 e 16 setembro e será acolhido pelo pela Universidade Federal de Pernambuco (Recife).

O evento será organizado conjuntamente pelo departamento de Design (CAC) e pelo Núcleo de Design (CAA) da UFPE e reunirá designers, profissionais, acadêmicos, governo e indústria para discutir conceitos, cenários, projetos, ferramentas e metodologias sobre a concepção e contribuição para uma sociedade mais sustentável.

O tema será “novas fronteiras da sustentabilidade”. A proposta é integrar diversas áreas do conhecimento científico para ampliar as relações do design com a sustentabilidade, através dos seguintes temas:

(1) Consumo e novos estilos de vida;

(2) território, cultura e identidade cultural para a sustentabilidade;

(3) metodologia e sistema/produto, serviço e produto+serviço;

(4) habitação, mobilidade e novos cenários sustentáveis;

(5) educação e sustentabilidade;

(6) tecnologia e aspectos técnicos da sustentabilidade;

(7) perspectivas dos países e novas práticas emergentes de sustentabilidade;

Local do evento:
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Av. Prof. Moraes Rego, 1235 –
Cidade Universitária, Recife – PE

Mais informações:
Email: contato [arroba] sbds2011 [ponto] com
Site: www.ufpe.br/cac

Comentários (0)

design-na-brasa-2011-programa

Tags: ,

Design na Brasa 2011, evento de design e sustentabilidade

Postado em 10 setembro 2011 por Elisa Quartim

DESIGN NA BRASA FOI CANCELADO PELA ORGANIZAÇÃO.

NOVA DATA SERÁ DIVULGADA.


O Design na Brasa comemora sua 10ª edição nos dia 16 e 17 de setembro, dessa vez apresentando como tema central a Diversidade.

É um evento que trata das diversas áreas que compreendem o universo do design com foco em sustentabilidade. Será apresentado soluções inovadoras e inteligentes de materiais, design para comunidades, embalagens, consumo consciente e também a questão do descarte dos resíduos sólidos.
Esse ano, falaremos também sobre a diversidade humana, o multiculturalismo, a cultura de paz e o projeto Boulevard Frei Caneca em parceria com a Associação LGBT Casarão Brasil.
O evento acontece na UMAPAZ, no Parque do Ibirapuera, a entrada é franca e no sábado será oferecido para os participantes um Buffet frio orgânico assinado por Déa Paulino autora do projeto Biofagia.
Todas as palestras e cursos serão certificados, os participantes deverão assinar lista pedindo o certificado de atividade extracurricular.

Av. lV Centenário, 1268 – Portão 7-A
Pq. Ibirapuera – São Paulo – SP                                                                                        
Telefone: 11 5572-1004

Dia 16 de setembro: das 15h às 22h
Dia 17 de setembro: das 10h às 20h
Entrada franca

Vejam a programação:
Para mais informações acesse www.designnabrasa.com.br

Comentários (0)

Rethink3

Tags:

Oficina prática de design sustentável: repensando produtos e serviços

Postado em 30 junho 2011 por Elisa Quartim


No dia 20 de julho, eu, Elisa Quartim, vou oferecer a “Oficina prática de design sustentável”.

Nessa atividade serão expostos conceitos de design sustentável como design para desmontagem, multifuncionalidade, reciclagem, durabilidade, reutilização, design de seviços, biomimética e uso de energias renováveis. Tudo de uma forma bem leve e divertida, mostrando como o design pode ir além da forma e função.

Os participantes terão a possibilidade de produzir inovações radicais, porém possíveis, em produtos, serviços e sistemas, que trazem vantagem competitiva para as empresas e uma melhoria holística da qualidade de vida no planeta.

Durante a oficina, será aplicado o jogo Play Rethink que atua como uma ferramenta facilitadora de inovação e entendimento das estratégias em design sustentável

Nessa atividade os participantes vão:

  • Contribuír para soluções inovadoras e sustentáveis Potencializar a criatividade e estimular o pensamento lateral
  • Se divertir enquanto aprendem
  • Incentivar as pessoas a comunicar e compartilhar suas ideias
  • Se inspirar para criar e pensar de maneira diferente (fora da caixa!)
  • Percepções de como as coisas são e que podem ser melhoradas

Quem trouxe o jogo para o Brasil foi o idds, que está oferecendo esta oficina.

Quer saber mais sobre o jogo? Vejam aqui: http://www.idds.com.br/

Quando: 20 de Julho
Onde: The Hub São Paulo (Rua Bela Cintra 409 – Consolação)
Horário: 19:30 às 22:30 horas
Custo: de R$ 45 a R$ 90, pague o quanto considerar justo
Inscrição: http://www.the-hub.com.br/hubescola/inscreva-se

Conheça as outras atividades da HUB Escola de Inverno
http://www.the-hub.com.br/hubescola/

Conheçam outros jogos voltados para a sustentabilidade
http://embalagemsustentavel.com.br/2011/02/01/jogos-para-a-sustentabilidade/

Comentários (1)

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também