Archive | Design Gráfico

PeaceCoffee0

Tags: ,

Peace Coffee – orgânico e com comércio justo

Postado em 21 maio 2012 por Elisa Quartim

Peace Coffee é uma empresa americana importadora de café orgânico de fornecedores que praticam o comércio justo. Desde a sua criação em 1996, Peace Coffee acredita que o negócio sustentável é vital para as comunidades locais, onde seus produtos são vendidos, bem como onde o café é cultivado. Todos os cafés da Peace Coffee são 100% comércio justo, com certificação orgânica e cultivado na sombra e comprado diretamente dos produtores.

Para a embalagem dos grãos de café,  Peace Coffee queria algo que pudesse transportar os grãos, e depois ser um recipiente para coletar os resíduos para depois ser descartado e completamente decomposto junto com os resíduos do café. Ao invés de se contentar com o que estava disponível, Peace Coffee trabalhou com os fornecedores para desenvolver uma solução que seria fiel à sua missão e mensagem.

Eles foram atrás de pessoas que realmente estivessem ligadas na questão de embalagems compostáveis X plásticas (com a consciência que o impacto plástico é alto). Mas Peace Coffee queria uma embalagem que pudesse ser usada desde a venda em prateleira até a sua distribuição.

Quanto a distribuição, inicalmente ela seria feita apenas de bicicleta, parecia uma solução de baixo impacto. Mas foram levantadas questões sobre a confiabilidade no seu mercado doméstico, Minnesota, onde muitas vezes a estrada fica coberta de neve e frio. Sendo realista, bem como holística, Peace Coffee acrescentou uma van à base de biodiesel para a frota de entrega de bicicletas para expandir sua área de serviço para os subúrbios e para os estados vizinhos. A opção de biodiesel ajudou a manter-se fiel à sua missão, e lhes deu a oportunidade de mostrar a outros negócios que há uma grande variedade de soluções viáveis ​​quando você está disposto a explorar novas idéias.

Em geral, Peace Coffee percebeu que o design e as escolhas de distribuição têm sido bem recebidas e ajudaram a destacá-los não só como uma empresa de comércio justo de café, mas dispostos a avaliar todos os impactos para encontrar soluções viáveis.O design gráfico utiliza de ilustrações gráficas que deixaram o café bem atrativo e passa os conceitos da empresa

Há sempre espaço para inovação e assim eles gostariam de um dia deixar de usar sacos de plástico para os seus cafés pré-embalados vendidos no mercado. Atualmente um dos poucos materiais estáveis que preservam o frescor e a integridade dos grãos, um dos produtos mais suscetíveis a variações ambientais. Seu objetivo é encontrar uma solução alternativa, que será totalmente renovável e reutilizável.

http://www.peacecoffee.com/

Comentários (1)

sacola_jogo_Lee4

Tags: ,

Sacola de papel multifuncional

Postado em 31 agosto 2011 por Elisa Quartim

Em tempos de proibição de sacolas plásticas, criou-se uma necessidade de se criar novas formas de transportar as compras. Que tal uma opção multifuncional? Com mais de uma opção de uso o seu descarte é adiado ao máximo.

O estúdio Happy desenvolveu uma sacola de papel para a Lee, que depois de usar para carregar sua roupa, ela pode ser usada como jogo de tabuleiro, porta lápis, avisos, calendário e por aí vai.

Fonte:

http://gameanalyticz.blogspot.com/2011/06/sacola-de-papel-com-boardgame-acopaldo.html

Comentários (0)

usdaseal

Tags: ,

Novo selo de produtos orgânicos

Postado em 29 março 2011 por Elisa Quartim

Desde o início do ano, todos os produtos orgânicos vendidos no Brasil deverão usar o selo do SisOrg (Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica). Para obter o selo os produtos são certificados por Auditoria e Sistemas Participativos de Garantia.

Selo do SisOrg

O Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica – SisOrg é gerido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa e é integrado por órgãos e entidades da administração pública federal e pelos Organismos de Avaliação da Conformidade, entendidos por Certificação por Auditoria e Sistemas Participativos de Garantia, credenciados pelo Mapa. Os Estados e o Distrito Federal poderão integrar o SisOrg mediante convênios específicos firmados com o Mapa.

Um selo para facilitar a identificação e um consumo mais consciente

O selo de Produto Orgânico vem para ajudar o consumidor que deseja consumir um produto orgânico mas não conhece todas as entidades que credenciam esse tipo de produto. Agora basta observar um selo.

Antes várias entidades tinham o seu próprio selo. Elas continuam certificando, porém agora o selo é igual para todas.

Vejam os selos das empresas certificadoras:

Design do selo SisOrg

Apesar da vitória da união de todas as certificadoras em um único selo, infelizmente o design escolhido para uma função tão importante não ficou bem resolvido.

Problemas de design encontrados:

1- Redução limitada

  • O texto em letras pequenas abaixo do selo, impossibilita a sua redução.
  • O tamanho mínimo exigido é de 2,5 cm de largura.
  • Obrigação de informar se o selo foi obtido por Certificação por Auditoria ou Sistemas Participativos de Garantia.

2- Formato horizontal

O ideal é que o formato de um selo de certificação seja quadrado ou redonda, para aumentar as possibilidades de aplicação. É só observar como são os selos de outros países

China

Canadá

Estados Unidos

3- Obrigatoriedade de estar na face frontal da embalagem

  • Briga com a marca do produto
  • Dificulta a identificação do produto
  • Em casos em que a embalagem é pequena (temperos, geléias, etc) a marca fica enorme

Isso pode desestimular o seu uso, que além de ser caro ainda vai atrapalhar a visualização da marca do produto.

Cartilha sobre orgânicos

Veja a cartilha, ilustrada por Ziraldo, que fala sobre o selo e sobre os produtos orgânicos.

Comentários (1)

LittleBug_5Flavor

Tags: , ,

Little Bug, papinha de bebê orgânica

Postado em 15 fevereiro 2011 por Elisa Quartim

A linha de papinhas de bebê Little Bug é feito com ingredientes orgânicos e segue a filosofia “locavore”, que incentiva o consumo e produção de produtos locais.

O design foi focado para a comunicação de um produto premium, com sabor natural e os benefícios da sua forma de produção.



A embalagem foi impressa em papel cartão Kraft 100% reciclável. O rótulo simples e limpo usa uma janela para revelar a qualidade do produto.

O rótulo em formado tipo “manga” aumenta a proteção e o posicionamento sustentável. Ele é a única parte impressa da embalagem, reduzindo a utilização de tinta e reforçando os valores ambientais da marca.

O resultado do redesign dessa embalagem foi  o aumento nas vendas e distribuição nos grades revendedores de comida Natural como a Whole Foods. A nova estrutura aumentou a eficiência na produção do produto e reduziu a a sua pegada ambiental.

O design foi da Brand Engine.

Fonte: http://www.brandengine.com/

Comentários (1)

HUBESCOLA_cabeça

Tags: , ,

Hub Escola de Verão

Postado em 24 janeiro 2011 por Elisa Quartim

Com objetivo de proporcionar um ambiente inovador para troca de conhecimentos, o Hub São Paulo promove, entre 31 de janeiro e 27 de fevereiro de 2011, a Escola de Verão. Durante quatro semanas, serão realizadas mais de cem atividades, entre eventos, oficinas, desafios coletivos e momentos de reflexão.

Parte de um programa de aprendizado para inovadores sociais, a ação fundamenta-se na premissa de promover troca de saberes em uma rede colaborativa e no princípio de que todos podem aprender e ensinar. Assim, ao compartilhar habilidades e atitudes, os integrantes de uma comunidade global podem criar valor.

São esperados mais de 500 participantes, que poderão trocar informações em sete núcleos temáticos:

  • Envolvimento comunitário
  • Que sustentabilidade é essa?
  • Desenvolvimento humano
  • Empreendedorismo social
  • Gestão e negócios
  • Inovação e tecnologia
  • Artes e cultura

Continuidade do trabalho desenvolvido durante a Escola de Inverno, realizada entre julho e agosto de 2010, a iniciativa integra a proposta de atuação do Hub São Paulo – ecossistema projetado para permitir que as pessoas promovam a mudança que desejam no mundo. Com esse propósito, são disponibilizados espaços e serviços para que os empreendedores sociais possam acessar recursos, realizar conexões, produzir e compartilhar conhecimento.

Vejam a apresentação da Hub Escola de Verão:

Para fazer sua inscrição e consultar mais informações acesse www.hubescola.com.br.

Corredor de aprendizagem

Como durante o evento acontecem várias oficinas, o blog Embalagem Sustentável resolveu fazer uma seleção de sugestões de atividades que se complementam ou que podem interessar os leitores do blog:

Dia 01/02 às 14h00 – Facilitação de Workshop de Inovação e Design Thinking

Dia 07/02 às 19h30 – Play Rethink: o jogo para repensar e inovar produtos de forma sustentável.

Dia 07/02 às 15h00 – Intuir, Imaginar e Criar

Dia 09/02 às 14h30 – Complexidade: obstáculo ou oportunidade? Metadesign.

Dia 13/02 às 10h00 – Facilitação Gráfica Básico

Dia 15/02 às 14h00 – Desvendando a Complexidade: um convite à visão do todo

Dia 18/02 às 14h00 – Experimentando Design Thinking

Dia 19/02
às 09h00 – Eu e as embalagens: reflexões e dinâmicas sobre o consumo, o desenvolvimento e soluções sustentáveis.
às 14h00 – Eu e as embalagens: consumo e suas consequências observadas na Cooperativa de Reciclagem

Dia 20/02

às 10h00 – Facilitação Gráfica Avançado
às 13h30 – Reciclando, reutilizando e criando idéias

Dia 23/02 às 14h00 – Criação de Imagens para Comunicação Sócioambiental: Atraindo os olhos para Transformar Ações

Nos vemos por lá!

Comentários (0)

eBay box2

Tags: , ,

eBay Box – caixa retornável

Postado em 18 outubro 2010 por Elisa Quartim

O eBay, famoso portal de intermediação de vendas de objetos do mundo, está lançando a eBay Box. O projeto piloto anunciado pelo Green Team do eBay promove uma embalagem desenvolvida especialmente para ser reutilizada.  A ideia é que cada embalagem seja reutilizada por no mínimo cinco vezes no envio de produtos negociados através do site.

As novas embalagens são feitas com papelão ondulado 100% reciclado e com certificação FSC (Conselho de Manejo Florestal, entidade que atesta o uso correto de materiais celulósicos).

Criada pelo Green Team, um departamento da empresa dedicado à criação de práticas mais sustentáveis, a caixa apresenta espaços para que os usuários escrevam pequenos relatos, ajudando a construir crônicas sobre o uso de cada embalagem. As histórias das eBay Boxes serão documentadas numa página da internet ( thebox.ebay.com).

Eles calculam que se toda caixa for reutilizada no mínimo cinco vezes, evitaram que quase 4 000 árvores sejam cortadas, irão economizar 9 milhões de litros de água e conservar energia suficiente para abastecer 49 casas por um ano.

Um programa-piloto pretende distribuir 100 000 unidades nos Estados Unidos e premiar com um cupom de 1 dólar quem ajudar a monitorar o reuso das embalagens.

O design gráfico da embalagem é lindo. As imagens criam uma ligação emocional. O fato do histórico da embalagem ficar na embalagem cria um maior envolvimento com o processo. As imagens das caixas, quando juntas, formam uma grande árvore comunicando bem a mensagem de “verdes” que querem passar.

Os gráficos e imagens são impressos em 2 cores, porém acabam usando muito mais tinta do que o usual. Além de aumentar o valor do custo da caixa, quando descartado, será muito mais tinta que irá para o meio ambiente.

Uma boa ideia para esse tipo de embalagem é poder reutilizar a embalagem usando os 2 lados como esse exemplo da Salazar Packaging.

No mais, sempre que possível, qualquer embalagem pode ser reutilizada, basta usar o bom senso.

Comentários (0)

Damazonia – embalagem em forma de cocar

Tags: , ,

Damazonia – embalagem em forma de cocar

Postado em 24 setembro 2010 por Elisa Quartim

O objetivo das embalagens dos chocolates Damazonia é desenvolver uma embalagem que instigue o consumidor, atraindo sua curiosidade e diferenciação no ponto de venda, seja através da inovação da forma ou por seus saboresdiferenciados feitos com geléias de Frutas Amazônicas.

A cultura indígena está presente nesta embalagem. Foram feitas pesquisas para que as embalagens expressassem a maneira simples e convicta do povo amazônico.

Utiliza papel KRAFT 100% reciclado e é impresso em 2 cores, economizando tinta sem perder na comunicação. Com acabamento simples, a montagem da caixa é rápida e simples, utiliza pouca cola. Seu formato não gera desperdício.

Produto vendido no Brasil e também para exportação.

Fonte:
http://www.ekoara.com.br/
http://www.damazonia.com.br/

Comentários (0)

Miho-Embalagem_catálogo

Tags: , , , ,

MIHO – Embalagem de vestido feito com garrafa

Postado em 21 setembro 2010 por Elisa Quartim

A MIHO é um escritório de design que atua nas áreas de gráfico, produto e de moda. Trabalha conjugando estes serviços ao conceito de design consciente. Além de prestar serviços de design para outras empresas, eles também desenvolvem seus próprios produtos.
Todos os produtos e serviços da MIHO priorizam o uso de matérias primas sustentáveis.

O conceito das embalagens envolve  informar ao cliente sobre todas as etapas da produção e todo o material utilizado: da embalagem à malha:

As garrafas utilizadas na produção das embalagens são recolhidas diretamente após o uso pelos próprios fornecedores (buffets e adegas). Este vidro é recolhido e levado ao parceiro instituto Kairós, que faz a limpeza e o corte dos anéis.

A folha de fibra de bananeira e sua viscose são produzidas no instituto Kairós. Seu processo de produção é 100% artesanal, desde a colheita das folhas em cultura até o seu cozimento e secura ao sol.

Fabricado pela empresa Menegotti, a malha utilizada nas roupas (linha Ecologic) é 100% de algodão orgânico e seu tingimento é feito por pigmentos naturais, como a clorofila, imbuía, cebola, ipê roxo e cedro rosa dentre outros.

A tinta utilizada nas estampas é produzida industrialmente, constitui-se de pigmento orgânico e fixador químico.

O catálogo manteve o conceito. Produzido pela empresa Sulamericana com papel Silprint 120g/m 100% reciclado.

Fonte:

http://www.miho.com.br/

Comentários (1)

Chá-de-Noni1

Tags: ,

Chá de Neem e Noni da Preserva Mundi

Postado em 08 setembro 2010 por Elisa Quartim

Os chás de Neem e Noni são chás 100% orgânicos e certificados pela Control Union.

Produzidos pela Preserva Mundi. É é uma empresa brasileira localizada no município de São João de Pirabas, estado do Pará, onde fica um pedaço da floresta Amazônica. Todo trabalho é feito em parceria com comunidades ribeirinhas, contribuindo com a renda de várias famílias e o desenvolvimento da região.

A embalagem, desenvolvida por Paula Maia da Aff Design, deveria distinguir para os produtos Neem e Noni de forma que elas conversassem em seu projeto gráfico.

As embalagenspodem ser expostas nas gôndolas tanto de pé (com base plana) como pendurada (orifício pra suporte de ferro). A embalagem otimiza o espaço na hora do transporte, cabendo o máximo de unidades possível por caixa (com o modelo antigo era de 52/cx e hoje com a nova são 60/cx).

Impresso em papel 100% reciclado (Cartão CGN, Ramenzoni, 300 g/m²), possui um uma janela onde pode ser visualizado o chá e a sua qualidade. Seus materiais podem ser separados facilmente para a reciclagem. É vendido à granel, não gerando mais resíduos (tecido-não-tecido do saquinho).

Sobre o Neem e Noni

Neem
O Nim (neem – Azadirachta indica) é um dos principais componentes da medicina é Ayurveda, sendo usado no tratamento e na prevenção de doenças, como a hipertensão e ainda diabetes.

A planta também é indicada no controle de colesterol, reumatismo, e enxaqueca. O Nim (neem – Azadirachta indica) ajuda ainda no combate a insônia, e é usado na medicina estética para o tratamento de acne e celulites.

Noni

É uma fruta utilizada há mais de 2.000 anos pelos povos das ilhas do Oceano Pacífico. O noni possui propriedades terapêuticas que ajudam a promover a boa saúde e o bem-estar.

É essencial para a renovação das células, reduzindo os efeitos do envelhecimento. Estila a produção de hormônios e fortalece a massa muscular e a estrutura óssea.
O Noni (Morinda Citrifolia) contém muitos alcalóides que ajudam o corpo humano a regenerar as cédulas danificadas e a aumentar as defesas do organismo, de forma natural. O Noni (Morinda Citrifolia) é rico em Xeronina, que é uma sustância que ajuda no bom funcionamento de hormônios, anticorpos, e enzimas.

Fonte:

http://www.preservamundi.com.br/

http://affdesign.com.br/

Comentários (4)

peepoo-bag3

Tags: , ,

Peepoo – Saquinho vira banheiro descartável

Postado em 03 setembro 2010 por Elisa Quartim

Um empreendedor sueco está tentando produzir e comercializar uma sacola plástica biodegradável, que funcionaria como banheiro descartável para favelas urbanas.
Uma vez usada, a sacola pode ser amarrada e enterrada. Uma camada de cristais de ureia quebra os dejetos e os transforma em fertilizante, matando os elementos patogênicos – causadores de doenças – encontrados nas fezes.

A sacola, chamada de Peepoo, é criação de Anders Wilhelmson, arquiteto e professor de Estocolmo. “Ela não é somente sanitária”, afirmou Wilhelmson, que patenteou o produto. “Também pode ser usada para cultivar plantações”.

Em sua pesquisa, ele descobriu que favelas urbanas do Quênia, apesar de densamente povoadas, possuíam espaços abertos onde os dejetos poderiam ser enterrados.
Ele também descobriu que habitantes de favelas locais coletavam seus excrementos num saco plástico e se dispunham deles arremessando-os, o que chamavam de “banheiro voador” ou “banheiro helicóptero”.

Vejam o filme sobre o produto:

Os planos são vender as sacolas por 2 ou 3 centavos de dólar – comparável ao custo de um saco plástico comum. Mas será que a sacolinha que usavam antes tinha algum custo? Para o autor esse valor pode ser pouco, mas para quem não tem nada é muito.

Calcula-se que 2,6 bilhões de pessoas, ou cerca de 40% da população mundial, não tenham acesso a banheiros, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU).
Trata-se de uma crise de saúde pública: a defecação a céu aberto pode contaminar água potável, e aproximadamente 1,5 milhão de crianças em todo o mundo morrem anualmente de diarreia, em grande parte devido a problemas de saneamento e higiene. Mas será que defecando em um saquinho não estamos criando um outro problema?

Uma alternativa para o problema de fezes a céu aberto seria o banheiro seco. Ele é uma alternativa ecológica ao banheiro comum (que utiliza água para levar os dejetos até centros de tratamento ou diretamente aos arroios e rios).

Não produz maus odores e não consome nada de água. É uma alternativa ecológica por que considera os ciclos naturais. O sistema de banheiro com descarga é um sistema altamente poluidor e gera grandes gastos com encanamentos, tratamento, além de problemas de saúde pública.

Ele parece um banheiro normal, mas as fezes não “somem”. Em geral existe um separador de urina, a qual vai para um tanque, e é posteriormente reutilizada como adubo, após tratada, como a opção do saquinho, porém sem um elemento a mais para ser descartado na natureza.

A solução do saquinho pode até ser uma solução temporária mas, ao invés de inventar novos produtos para serem consumidos, ou novos materiais que não sabemos exatamente como se comportará na natureza, vamos observar os ciclos naturais e a partir daí criar soluções.

Fonte:

http://www.peepoople.com/

http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/

http://planetasustentavel.abril.com.br/

Comentários (2)

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também