Archive | Design de Embalagem

Crystal-Eco-garrafa-torcida2

Tags: , ,

Água Crystal com garrafa que pode ser torcida

Postado em 16 novembro 2011 por Elisa Quartim

A água Crystal, marca de águas da Coca-Cola Brasi, lançou no festival SWU, que acontece em novembro, em Paulínia (SP), a garrafa Crystal Eco. A garrafa Eco, também chamada de crushable, pode ser torcida pelo consumidor diminuindo assim em 37% o volume que ela ocupa, o que facilita bastante o transporte e a reciclagem.

Ela é produzida através do processo de sopro convencional, mas com pré-formas comcbase diferenciada, de modo que a distribuição e estrutura da garrafa garantam performance mecânica. A garrafa utiliza 20% menos PET que as versões anteriores e até 30% do PET feito a partir da cana de açúcar.

Ao mesmo tempo, a nova garrafa de Crystal também utiliza a tecnologia PlantBottle, na qual até 30% da matéria tem origem no etanol da cana de açúcar, e não no petróleo, reduzindo em cerca de 20% as emissões de dióxido de carbono.

 

No rótulo, a Crystal convida os consumidores a torcerem as embalagens após o consumo, o que reduz em 37% o volume das garrafas e facilita transporte e armazenagem das garrafas 100% recicláveis.

 O lançamento da Crystal Eco conta com o apoio de entidades como o Instituto Akatu, a Conservação Internacional, a SOS Mata Atlântica e o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), cujas marcas estão estampadas no rótulo da garrafa.

Fonte:

http://www.pack.com.br/

Comentários (10)

hemp-4-haiti 3

Tags: , ,

Hemp 4 Haiti – Embalagem reutilizável de fibra de cânhamo

Postado em 31 outubro 2011 por Elisa Quartim

O designer americano Blake Lowther projetou uma embalagem reutilizável para enviar alimentos não perecíveis para as vítimas no Haiti. A ideia é enviar produtos com uma embalagem reutilizável, feito com uma das fibras naturais mais resistentes (a fibra de cânhamo) e, caso seja descartada, por ser uma fibra natural, é compostável. Elimina os resíduos e poluição ambiental que os produtos de ajuda aos desastres acabam deixando para trás. A embalagem é fabricada em instalações verde.

A embalagem é trabalhada à mão com cânhamo de alta qualidade, trançado de forma que pode ser facilmente desfiada depois que as mercadorias não perecíveis forem consumidas.  Uma vez desfiada, o cânhamo tem inúmeras aplicações práticas vitais para os esforços de ajuda. Levando o pacto em produtos de socorro, Hemp 4 fornece Haiti lutando comunidades com os meios para seguir em frente.

Junto à embalagem, vem uma etiqueta, identificando o produto enviado com uma foto. Ao desdobrar a etiqueta, há algumas sugestões de como reutilizar a embalagem e a fibra de cânhamo.

Não confundir o cânhamo com a maconha, cujo teor de THC (Tetraidrocanabinol) é bem superior ao do cânhamo, apesar de ambos pertencerem ao género Cannabis. A planta é integralmente utilizada para os mais diversos fins, mas destaca-se especialmente a sua fibra, também chamada de filame, muito usada na indústria de papel, pois um hectare de cânhamo produz o mesmo que quatro hectares de eucaliptos, num período de vinte anos.

Fonte:

http://www.behance.net/gallery/Hemp-4-Haiti-Project/

http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A2nhamo

Comentários (0)

Guactruck

Tags: , , ,

Guactruck – embalagem para comida de rua com design e sustentabilidade

Postado em 11 outubro 2011 por Elisa Quartim

A Guactruck, empresa de alimentos na Manila, nas Filipinas, realizou um projeto de embalagem que permite mostrar a responsabilidade ambiental da empresa.

Inspirado nos tradicionais pontos de venda de comida vendida em caminhões nos EUA. Nesses locais a experiência é muito mais social do que gastronômica, onde acaba sendo um local para encontrar amigos e bater um papo enquanto espera a sua comida. Porém Michealle, Natassha e Micaela perceberam que além da qualidade da comida e do atendimento faltava uma atenção com o design,  estética e sustentabilidade, o que fez pensarem em um novo negócio.

Comer é uma atividade sensorial, pelo design e estética tem um papel na criação de uma experiência alimento completo, que em última análise reforça a sentido do cliente de bem-estar.

O design de suas embalagem concentra-se em criatividade e estética, bem como destaca o aspecto ambiental.

Usando apenas um pedaço de papelão, o design inspirado origami simples, sem cola ou plástico, se assemelha a um botão em uma flor desabrochando. O projeto reflete os ingredientes orgânicos usados pelos donos da Guactruck.

A embalagem encoraja a reciclagem ou reutilização. Para cada embalagem devolvida a pessoa recebe um carimbo, que, ao juntar 10 pontos, pode ser trocado por uma nova refeição. A Guactruck se responsabiliza pela reciclagem desses materiais.

 

Ciclo de vida

A Guactruck acredita que eles são responsáveis ​​por tudo o que sai do caminhão, desde os resíduos de alimentos até a embalagem.

Para garantir o cilco de vida de seus produtos eles se inspiraram nos cartões de fidelidade que incentiva os clientes a devolver as embalagens usadas para eles com o incentivo de obter uma refeição gratuita em troca de dez de embalagens retornadas.

A embalagem volta, então, ser enviado para os canais adequados para reciclagem. Desta forma, não só sensibilizam para a questão da embalagem sustentável e reciclagem, mas também cultivar um hábito de consumo consciente.

 

 Fonte: http://www.guactruck.com/

Comentários (0)

eva-valicsek1

Tags: ,

Caixa de ovo dobrável

Postado em 26 agosto 2011 por Elisa Quartim

A estudante de design Éva Valicsek do Institute of Applied Arts, na Hungria, em vez de a embalagem tradicional moldada de papel, plástico ou isopor, criou uma bandeja feita de uma única peça de papelão dobrada na diagonal, fixado com tiras de borracha que seguram os ovos firmemente no lugar e com recortes ovais para embalar, mantendo-os protegidos e acessíveis. O topo é aberto para acesso fácil.

 

Não é usado cola para fixar, apenas encaixes, o que evita o uso desse produto químico que pode dificultar a reciclagem.

As embalagens podem proporcionar grandes melhorias: elas são recicláveis, empilháveis, e construído de uma quantidade mínima de material.

Porém a abertura pode não oferecer proteção suficiente conchas frágeis, especialmente em trânsito podendo necessitar de uma dobra a mais de papel ou de um filme plástico para essa função, o que já deixaria de ser uma vantagem.

Fonte:

http://www.behance.net/gallery/egg-box/1193815

 

Comentários (1)

Pilao-Ponta-a-Ponta2

Tags: , , ,

Pilão Origem repensa o seu ciclo de vida

Postado em 25 julho 2011 por Elisa Quartim

A Sara Lee, junto com o projeto Sustentabilidade de Ponta a Ponta do Walmart, desenvolveu o Pilão Origem, um novo produto derivado da marca Pilão com diferenciais de sustentabilidade em toda a sua cadeia de fabricação. Ao repensar o ciclo de vida dos seus produtos, a empresa desenvolveu um café de alta qualidade, com sabor superior para agradar o exigente paladar do consumidor brasileiro – e como este consumidor também está mais preocupado com seus hábitos de consumo, a empresa procurou minimizar os impactos ambientais do ciclo produtivo e pós-consumo.
As principais propostas de melhoria em termos de sustentabilidade se efetivaram principalmente no uso de matérias-primas e insumos certificados.

Em relação às embalagens de transporte também foram feitas mudanças: as caixas foram confeccionadas a partir de papelão ondulado 100% reciclado com certificação FSC (Forest Stewardship Council). Reduziu-se para zero o uso de etiquetas de identificação nas caixas e o filme stretch, envoltório dos paletes, teve sua massa reduzida em 20%.

Em relação à matéria-prima, o novo produto já nasceu em berço nobre: contém em sua formulação 60% de grãos UTZ CERTIFIED Good Inside®, certificação em aspectos de sustentabilidade, o que garantiu a certificação pelo programa Cafés Sustentáveis do Brasil da ABIC (Associação Brasileira da Indústria de Café). Além de menor impacto ambiental, o café Pilão Origem, bebida encorpada, de aroma e sabor intensos, foi classificado na categoria de café Superior pelo Programa de Qualidade do Café da ABIC.
Na ponta do consumo, disseminando a cultura de sustentabilidade, o café Pilão Origem utiliza a embalagem para informar e educar o consumidor quanto ao uso de sobras e resíduos pós-preparo, como o aproveitamento da borra de café no combate à dengue.

Esse projeto envolveu uma equipe multidisciplinar, com representantes das áreas de desenvolvimento de produtos, marketing, suprimentos, operações, logística, compra de café verde, planejamento, finanças, vendas e trade marketing. Em paralelo, toda a equipe de Desenvolvimento de Produtos esteve direta ou indiretamente envolvida no projeto, o que foi uma forma de aprendizado que será replicada em outros produtos da empresa.

SUSTENTABILIDADE NA MEDIDA


Este projeto teve como base melhorias no processo produtivo, com destaque para certificação do café em critérios sociais, ambientais e de qualidade, bem como a redução da massa da embalagem e do consumo de tinta de impressão. Os ganhos ambientais alcançados pelo projeto para a estimativa de venda anual na rede Walmart foram:

  • redução de 87,6 kg de material de embalagem primária
  • redução de 13,4 kg no consumo de tinta de impressão
  • eliminação de 1,6 kg de etiquetas usadas nas caixas de papelão ondulado
  • redução de 2,7 kg de filme stretch
  • redução de 105,3 kg de resíduo de embalagem pós-consumo
  • economia de 2,3 litros de diesel no transporte das embalagens
  • redução de 6,1 kg CO2 equivalente no transporte da embalagem primária
  • café certificado Cafés Sustentáveis do Brasil, tipo Superior (60% UTZ Certified)

Fonte:

http://www.walmartsustentabilidade.com.br/sustentabilidade-pontaaponta-2011/

Comentários (0)

sejaa-2

Tags:

Sejaa, nova linha de cosmético de Gisele Bündchen

Postado em 04 julho 2011 por Elisa Quartim


Gisele Bündchen traz para o mercado brasileiro sua marca de cosméticos Sejaa Pure Skincare. Os produtos refletem a preocupação da modelo com o meio ambiente que a tornou embaixadora da boa vontade da Organização das Nações Unidas (ONU) para a causa. Por isso, a produção da linha é feita a partir de ingredientes 100% naturais, com zero emissão de carbono.

 

As embalagens são elaboradas de acordo com as mais estritas normas de sustentabilidade e de conservação ambiental. A cartucharia é fabricada com100% de fibras recicláveis, sem emissão de carbono e com processamento livre de cloro. Tem certificação FSC e da Rainforest Aliance.

Já os potes e tampas, vêm com certificado Green-e de Energia Renovável (energia eólica), com produção atestada pela Wind Power Energia Renovável e realizada com energia hidrelétrica limpa. Os créditos de carbono foram comprados para apoiar o desenvolvimento de geração de energia eólica renovável. A energia eólica não consome combustível para operação contínua, e não tem emissões diretamente relacionadas à produção de eletricidade.

As embalagens são impressas com tintas à base de soja livre de VOC (volatile organic compounds), feitas com plásticos reciclados e 100% recicláveis.

 

Vendidas em kits, os itens chegam acondicionados em uma caixa que contém uma mensagem doce e perspicaz de Gisele, uma toalha de rosto em tecido de bambu, uma pequena espátula de madeira, o creme para o dia, para noite e o de tratamento de barro.

As embalagens são bem simples, de acordo com o apelo do produto. O logotipo com fonte gestual, transmite algo mais orgânico. A base do jota lembra uma gota de água. Curiosidade: o segundo “a” da marca Sejaa é para soar como se fosse um mantra: “aaaaa…”

Os produtos são fabricados nos Estados Unidos e levaram dois anos para serem desenvolvidos. E, segundo a própria Gisele em suas entrevistas, ela mesma acompanhou de perto cada etapa do processo de elaboração da linha, composta por três cremes para cuidados faciais e toda elaborada com ingredientes naturais, orgânicos certificados e livres de parabenos, petroquímicos, sintéticos ou geneticamente modificados.

Não há nada de origem animal. Tão pouco a empresa testa sua formulação em animais.

Os cosméticos já são vendidos nos Estados Unidos e na Europa desde março do ano passado. No Brasil, eles estarão à venda nas lojas Sacks, na rede de drogarias Raia, na importadora Classy Brands e no site da marca.

 

Vejam o video sobre o produto:

Vejam a entrevista com a Gisele sobre o produto em seu blog:

http://blog.giselebundchen.com.br/planeta/gisele-fala-sobre-o-sejaa/

Fonte:

http://www.sejaabrasil.com.br/

Revista Packing Cosmética (janeiro/fevereiro)

Comentários (0)

coffree3

Tags: ,

Coffree – embalagem de café solúvel que vira copinho

Postado em 17 maio 2011 por Elisa Quartim

Coffree é uma embalagem conceitual, multifuncional, de café solúvel desenvolvida pelos designers Young-an Seok, Young-woo Choi & Se-ryung Nam.

O café é um dos produtos mais mais sensíveis a cheiro e umidade, por isso necessita de embalagens com uma ótima barreira para esses elementos. Se o consumo de café solúvel é frequente, a embalagem de vidro é o ideal. Não existe barreira melhor e ainda é reutilizável. E depois é só usar xícara de louça.

Mas em um escritório, ou quando está na rua, e o café nem sempre é da melhor qualidade, a opção é o café solúvel embalado individualmente, o que gera um grande volume de resíduo. Para essas situação que Cofree pode ser interessante.

Quando fechada ela ocupa pouco espaço podendo ser facilmente transportada e guardada, sendo selada para não entrar umidade. Após aberta, por causa da forma em que é dobrada, ela se transforma em um copo.

É só acrescentar água e pronto. Assim evita o o descarte de mais um material que seria do copinho de plástico ou isopor. E o lacre ainda serve como pazinha para mexer o café.

Fonte:

http://www.yankodesign.com/

Comentários (2)

BIC-ecolutions-corretivo

Tags: , ,

BIC ecolutions, escritório com materiais mais sustentáveis

Postado em 22 março 2011 por Elisa Quartim

A linha BIC ecolutions, constituída por produtos que colaboram para a preservação do meio ambiente e utilizam materiais reciclados ou materiais provenientes de fontes menos agressivas ao meio ambiente.

Embalagens

As embalagens dos produtos da linha BIC ecolutions são produzidas para ter o menor impacto no meio ambiente.
As embalagens são reduzidas ao máximo sem deixar de proteger o produto. Reduzindo o seu volume acabam otimizando o transporte, reduzindo a emissão de gazes e o seu impacto.
O papel cartão utilizado é 100% reciclado e não são clareados quimicamente.
A tintas utilizandas na impressão são à base de vegetais (basicamente soja), que não contém metais pesados.
Com menos química e sem metais pesados, quando descartadas impactam menos no meio ambiente.
As embalagens em blister a parte de plástico é feito em PET, mais fácil de reciclar, e não é toda plastificada, facilitando a separação dos materiais.

A linha é composta por diversos produtos como:

Caneta BIC ECOlutions Round Stic, cujo material reaproveita embalagens longa vida (pós-consumo) da Tetra Park, uma ação que auxilia também as atividades dos coletores e recicladores.

Cola bastão, única produzida com 100% de plástico reciclado, é lavável, segura, não tóxica.

Lápis BIC Evolution ECOlutions, fabricado com aparas de embalagens de iogurte (pré-consumo), evitando que o resíduo seja descartado na natureza sem tratamento.

Barbeador, feito de material natural renovável (o bioplástico) e bio-pigmentos de origem vegetal;

Corretivo à base de água que não tem solventes e portanto é inofensivo ao meio ambiente.

Fonte: http://www.bicecolutions.com/

Comentários (0)

buenaVibra

Tags: , ,

Buena Vibra, detergente multifuncional e divertido.

Postado em 22 fevereiro 2011 por Elisa Quartim

O projeto conceitual desenvolvido pelo Studio Armadillo, traz uma opção de embalagem para detergentes que após o seu uso tenha uma segunda função além daquela da qual foi destinado.

Após o uso as embalagens da linha de detergentes se transformam em pinos de boliche.

O kit completo com todos os aromas vem ainda com uma bola para ser jogada junto com as embalagens.

Dando uma segunda função à embalagem do produto, prolonga o ciclo de vida desta embalagem, evitando o seu descarte. Um bom exemplo a ser seguido.

Fonte: http://www.studioarmadillo.com/

Comentários (1)

LittleBug_5Flavor

Tags: , ,

Little Bug, papinha de bebê orgânica

Postado em 15 fevereiro 2011 por Elisa Quartim

A linha de papinhas de bebê Little Bug é feito com ingredientes orgânicos e segue a filosofia “locavore”, que incentiva o consumo e produção de produtos locais.

O design foi focado para a comunicação de um produto premium, com sabor natural e os benefícios da sua forma de produção.



A embalagem foi impressa em papel cartão Kraft 100% reciclável. O rótulo simples e limpo usa uma janela para revelar a qualidade do produto.

O rótulo em formado tipo “manga” aumenta a proteção e o posicionamento sustentável. Ele é a única parte impressa da embalagem, reduzindo a utilização de tinta e reforçando os valores ambientais da marca.

O resultado do redesign dessa embalagem foi  o aumento nas vendas e distribuição nos grades revendedores de comida Natural como a Whole Foods. A nova estrutura aumentou a eficiência na produção do produto e reduziu a a sua pegada ambiental.

O design foi da Brand Engine.

Fonte: http://www.brandengine.com/

Comentários (1)

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também