TIPA embalagem flexível promete ser biodegradável

Postado em 17 setembro 2012 por Elisa Quartim

A empresa israelense TIPA desenvolveu uma embalagem flexível que promete ser biodegradável e “tão benigna como uma casca de laranja”. Uma vez eliminado, esse materiais, após serem recolhidos, podem ser decompostos em até 180 dias nas usinas de compostagem assim como outros os resíduos orgânicos.

O processo de fabricação tem um uso consciente de energia e as emissões de CO² no local de fabricação é significativamente mais baixa do que a dos processos convencionais.

TIPA é um filme de multi-camada é caracterizado por sua alta flexibilidade e resistência, durabilidade, boa barreira ao oxigênio e ao vapor de água e transparência. É aprovado para contato com alimentos.

Estas características, semelhantes às do polietileno de baixa densidade convencional, (PEBD), são acoplados com o filme biodegradável exclusivo da TIPA.

O filme TIPA permite que:

  •      Proteção integral do produto embalado, bem como a sua qualidade e frescor ao longo do tempo
  •      Aumento da eficiência do processo de fabricação e processos de entrega
  •      Aumenta o shelflife (tempo de prateleira) do produto

 

A empresa foi criada em abril de 2010 por Daphna Nissenbaum e Tal Neuman, no intuito de suprir a necessidade de uma embalagem genuinamente ecológica. Até o momento, já desenvolveram três projetos de refil de bebida chamados de Dica, Tipack e Tipup.

Outra opção de pós uso oferecida pela empresa é que a superfície do topo da embalagem pode ser cortada e utilizada para vários fins decorativos.

Segundo os criadores, a ideia é encorajar não apenas a utilização de produtos verdes, mas também a criatividade nas diversas maneiras de reutilização de embalagens.

Fonte:

http://www.tipa-corp.com/

http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2012/maio/empresa-israelense-promete-embalagens-100

4 Comente este post

  1. Rafaela - Tudo em Foco Says:

    Essa ideia parece ser muito legal mesmo. Se este produto tiver todos esses benefícios, acredito que pode ser um grande avanço na questão da sustentabilidade e trazer várias vantagens para o meio ambiente. Além disso, com o uso constante, o preço do produto será diminuído, como sempre acontece, e, portanto, é economicamente viável. Acredito que seja uma alternativa bem interessante e que deve ser considerada pelas empresas e pela população.

  2. luciano Says:

    notícia promissora – parabens à equipe de pesquisa e a vocês atentos divulgadores.

  3. Melissa Says:

    Interessante no que diz respeito ao processo de fabricação ser menos impactante do que os processos convencionais mas não acredito que o fato de uma embalagem ser biodegradável seja um benefício. Mais de 2/3 do lixo que vai para aterro (quando não vai para lixão) é teoricamente degradável mas pouco, ou quase nada,ocorre de fato para sua degradação. Isso porque a falta de oxigênio nos aterros impede a ação das bactérias para a degradação. Estudos do Dr. William Rathje (Universidade do Arizona-EUA) sobre arqueologia do lixo, mostram que é possível encontrar material orgânico presente nos aterros há mais de 10 anos e praticamente intactos (alface com mais de 10 anos, carnes, jornais com mais de 40 anos e sem sinal de degradação). Cria-se o mito de que a Biodegradação pode eliminar o problema do resíduo. O estudioso até compara que uma folha de alface no fundo da geladeira por 10 semanas pode parecer pior do que uma folha de alface em um aterro, por 10 anos. Além disso, no Brasil,as usinas de compostagem representam menos do que 3%. Se o Brasil tivesse uma cadeia de compostagem estruturada, a solução poderia até ser avaliada mas esta não é nossa realidade. Enquanto isso, ao invés de inserirmos novos materiais na cadeia, acho que podemos pensar em como resolver o problema dos materiais existentes.

  4. andreia silva Says:

    Gostaria de saber se vcs sabem aonde encontrar saquinho para embalagens de shampoo com fibra de coco.

Deixe uma resposta

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também