Na categoria | Design

Tags |

Livro – Design para um mundo complexo

Postado em 18 março 2012 por Elisa Quartim

DESIGN PARA UM MUNDO COMPLEXO
de Rafael Cardoso

O livro Design para um mundo complexo, de Rafael Cardoso, discute o papel do design em uma sociedade cada vez mais complexa. Rafael revê noções básicas como forma, função e significado, demonstrando como nossa relação com as coisas são definidas pela mutabilidade.

Design para um mundo complexo é uma homenagem e uma revisão crítica à publicação Design for the Real World, de Victor Papanek .Tem como propósito voltar a algumas questões apresentadas nos anos 1970, com um olhar sobre o mundo de hoje. Nesse sentido, trata de evidenciar as contundentes mudanças entre os anos 1960, que concebem o ensino do Design no Brasil, e a atualidade, para uma necessária mudança de paradigma no âmbito educacional. Papanek alertava para a perda de sentido do design de matriz modernista recente e perversamente estetizado em face de um mundo assolado pela miséria,  violência e degradação, e conclamava os designers a saírem de seu universo autorreferente para projetarem soluções para o mundo real.

O livro faz uma reflexão à noção modernista de função. Atualizado para o mundo real, cuja materialidade passou definitivamente a ser envolvida e permeada por uma camada de informação e imaterialidade. Segundo Cardoso, para que o design possa ter qualquer efetividade sobre esta realidade, precisará necessariamente considerar sua complexidade, entendida como um sistema composto de muitos elementos, camadas e estruturas, cujas inter-relações condicionam e redefinem continuamente o funcionamento do todo.

Ele propõe um compreensão mais aprofundada da natureza dos artefatos, levando em consideração os fatores que condicionam o processo de significação. E os significados dos objetos podem mudar com o tempo. O designer está acostumado a projetar pensando em um ciclo de vida linear, limitado ao tempo de uma única função inicialmente proposta (da fabrica chegando até o consumidor). Porém Cardoso nos chama a atenção, que ao fim da vida considerada útil para alguns pode ter um novo significado para outros, como um valor econômico para a reciclagem daquele material.

O lixo nada mais é do que a matéria desprovida de sentido. É possível redimir uma parcela das coisas que tratamos como lixo pela requalificação do seu sentido; repensar o ciclo de vida para nossa era de crise ambiental. O pensamento sistêmico talvez seja o aspecto mais importante do design no mundo atual. Quando alguém pergunta: “qual a função do objeto?”, a formulação da questão já condiciona a resposta a ser singular e necessariamente limitada no tempo. Abrimos a possibilidade de pensar o projeto do modo plural e polivalente.

Talvez a principal lição para o design seja a de que não existem receitas formais capazes de equacionar os desafios da atualidade, muito menos encantações como “a forma segue a função” que resolverão os imensos desafios do mundo complexo em que estamos inseridos. Segundo Cardoso não existe função, existem funções.

Este livro é uma poderosa ferramenta teórica, elaborada de maneira clara tanto ao leigo quanto ao estudioso.

 

SOBRE O AUTOR

Rafael Cardoso é escritor e historiador da arte. PHD em história da arte pelo Courtauld Institute of Art (Universidade de Londres), atua como professor da Escola Superior de Desenho Industrial da Universidade Estadual do Rio de Janeiro e também como curador.

 

SOBRE O PROJETO GRÁFICO

 

O projeto gráfico de Design para um mundo complexo merece um comentário à parte. A começar pelo papel, conhecido como Kraft Ouro, que substituiu os papeis comumente utilizados nos miolos de livros. Esse papel é em geral empregado na indústria de envelopes. A escolha desse papel é um comentário sobre nosso costume de destinar certos materiais a certos usos pelo engessamento de suas funções.

Não se trata, contudo, de simplesmente utilizar um papel estranho. Se os envelopes contêm mensagens, e se alguns papéis são mais utilizados para a fabricação de envelopes, eles passam também a significar embalagem, independentemente de sua configuração como envelope. Assim, além de reforçar o caráter de mensagem que permeia todo o livro, o projeto induz a outra experiência fundamental: a leitura se produz numa embalagem (a teoria), que se relaciona de forma sempre incerta e incompleta com seu conteúdo (a realidade).

Dois dispositivos visuais aprofundam e reafirmam esse comportamento: por um lado, todas as imagens mesmo as fotografias e logotipos foram transformadas em ilustrações em preto-e-branco desenhadas à mão, próximas de esboços. A capa e as demais seções do livro são identificadas e permeadas por uma padronagem hexagonal que, multiplicada, produz uma imagem semelhante às redes dentro de redes dentro de redes.

 

Mensagem, embalagem, esboço e rede, o projeto gráfico de Design para um mundo complexo pode ser entendido como uma metáfora material que transforma em experiência de leitura a afirmação de Aldous Huxley escolhida como epígrafe para o livro: Nossas teorias mais refinadas, nossas descrições mais elaboradas são apenas simplificações cruas e bárbaras de uma realidade que é, em suas amostras cada vez menores, infinitamente complexa.

Ilustrações: Francisco França
Quarta capa: André Stolarski
Impresso em papel kraft ouro 30% reciclado
Brochura com sobrecapa

 

 

ESTRUTURA DO LIVRO

 

Agradecimentos
Um apelo à leitura (à guisa de prefácio)

INTRODUÇÃO
Os propósitos do design no cenário atual

Do “mundo real” ao mundo complexo
Adequação e forma
Compressão e complexidade

CAPÍTULO 1
Contexto, memória, identidade: o objeto situado no tempo-espaço.

A imobilidade das coisas
Fatores condicionantes do significado
Memória, identidade e design

CAPÍTULO 2
A vida e a fala das formas: significação como processo dinâmico.

Formas, funções e valores.
O que dizem as aparências.
A multiplicidade de significados
A linguagem das formas.
A persistência dos artefatos.
Ciclo de vida do artefato.

CAPÍTULO 3
Caiu na rede, é pixel: desafios do admirável mundo virtual.

A paisagem deslizante da rede.
A modernidade em redes.
Informação e navegação.
A malha fina da visualidade.

CONCLUSÃO
Novos valores para o design (e seu aprendizado).

Abaixo o ensino!
Viva o aprendizado!
O designer pensante.

 

FICHA TÉCNICA

Título: Design para um mundo complexo
Autor: Rafael Cardoso
Editora: Cosac Naify
Formato: 268 páginas, 12 x 18 cm
ISBN: 9788540500983
Data de publicação: 2012
Edição: 1ª
ABNT: CARDOSO, Rafael . Design para um mundo complexo. 1ª ed. São Paulo: Cosac Naify, 2012. ISBN 9788540500983.

Compre aqui:

http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/externo/index.asp?id_link=9094&tipo=25&nitem=29215139

Deixe uma resposta

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também