Pato Purific repensa o ciclo de vida de suas pastilhas sanitárias

Postado em 06 agosto 2011 por Elisa Quartim


A Pato Pastilha Adesiva acaba de ser lançado para atender um consumidor novo, aquele preocupado com uma limpeza eficaz e que deseja um perfume agradável no seu banheiro. Fabricada pela SC Johnson, ao participar do Projeto Sustentabilidade de Ponta a Ponta do Walmart, repensa o ciclo de vida do produto. O produto é uma extensão de linha e não substitui o produto atual, sendo a primeira pastilha unitária a ser lançada no Brasil. Com esse produto, a SC Johnson espera aumentar a participação de mercado, com um crescimento acima de 10%.

As pastilhas são vendidas em caixas de cartão com três unidades, e com embalagens unitárias e para viabilizar o novo produto – que agora ganhou embalagens coloridas para exposição individual no ponto de venda –, a empresa investiu na nacionalização do processo. Por um lado, incentivou dois fornecedores (um em São Paulo e outro em Manaus) a produzirem no Brasil o filme flowpack necessário para as embalagens unitárias, que antes era importado. Na outra ponta, a SC Johnson implantou uma linha de produção em Manaus, em substituição à importação do produto. Reduzindo importações, houve uma diminuição da complexidade logística, que diminuiu o consumo de combustíveis fósseis e emissão de CO2, gerando novos postos de trabalho.
O processo de repensar o produto e lançá-lo em embalagens individuais levou a um redimensionamento das embalagens secundárias e de transporte, diminuição do consumo de matérias-primas e otimização dos fretes com ganhos de 35% a 63% no aproveitamento do transporte. Houve uma redução de 63% da massa de embalagem secundária e 65% do consumo de tinta de impressão do cartucho, além da redução de 34% do papelão – que teve um aumento de 100% no uso de fibras recicladas pós-consumo. O processo repensado promoveu um menor impacto ambiental devido à redução total de 14,01 quilos de CO2 na produção de cada mil pastilhas, considerando-se energia, transporte e redução de resíduos de embalagem celulósica enviados para aterros sanitários.
Pelo fato de aderirem diretamente na superfície do vaso sanitário, as pastilhas sanitárias da SC Johnson já haviam eliminado a necessidade de suportes plásticos, reduzindo grandes volumes de resíduos sólidos. Agora, as pastilhas adesivas Pato 1 Unidade vão levar praticidade e higiene a novos consumidores, uma contribuição social com relevância em termos de saúde pública.

O projeto foi realizado totalmente com recursos gerados no Brasil e coordenado por um time multifuncional de seis pessoas das áreas de Processo Industrial, Desenvolvimento de Embalagens, Logística e Segurança, Saúde, e Meio Ambiente, e mobilizou a parceria de laboratórios de desenvolvimento de embalagem de fornecedores: um grande mutirão para levar higiene sanitária para consumidores que ainda não tinham acesso a esse recurso.

SUSTENTABILIDADE NA MEDIDA


Este projeto teve como base melhorias no processo produtivo, com destaque para implantação do processo produtivo em Manaus, bem como a redução da massa da embalagem e da emissão de CO2 equivalente devido à redução nas etapas de transporte, consumo de energia e resíduos de embalagem celulósica enviados para o aterro. Os ganhos ambientais alcançados pelo projeto para a estimativa de venda anual na rede Walmart foram:

  • redução de 639 kg de material de embalagem
  • redução total de 3632 kg CO2 equivalente no transporte, energia e resíduos de embalagem celulósica enviados para o aterro
  • redução de 298 L de óleo combustível residual
  • redução de 73 L de diesel
  • redução de 381 kg de resíduos de embalagem enviados para o aterro
  • 63% de ganho no aproveitamento de frete (carga paletizada)

Fonte:

http://www.walmartsustentabilidade.com.br/sustentabilidade-pontaaponta-2011/

 

4 Comente este post

  1. joana Says:

    mas vender em embalagens individuais é justamente o contrário do que a sustentabilidade pede, não é? Ok, a embalagem é menor e gasta menos co2, mas também porque ela só tem 1 pastilha! o estudo correto nao seria comparar o co2 e outros indicadores da embalagem individual (indicadores referentes a 1 pastilha) versus a embalagem com 3 pastilhas dividido por 3 (para o indicador ser referente a 1 pastilha). só assim os dados serão verdadeiramente comparáveis.
    Outra coisa, qual o prejuízo ao meio ambiente causado pelos componentes dessa pastilha?

  2. Elisa Quartim Says:

    Como vc mesma falou faltam alguns detalhes no estudo. Qual foi a função estudada? O consumo médio por X pessoas?

    Agora embalagens individuais não é o contrário do que a sustentabilidade pede.
    Tudo depende do uso. Não adianta nada embalagens com mais produto se não será usado dentro do prazo de validade.

  3. cristiane Says:

    COMPREI A PASTILHA ADESIVA ENXUGUEI O VASO SANITARIO DEI A DESCARGA E A PASTILHA DESCEU JUNTO COM A DESCARGA .E AGORA O Q EU FAÇO?

  4. rayane Says:

    Amei a pastilha adesiva, vou comprar novamente!

Deixe uma resposta

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também