Na categoria | Redução

Tags |

TV LED da Philips repensa o seu ciclo de vida

Postado em 02 agosto 2011 por Elisa Quartim

A TV LED de 32 polegadas da Philips, produzida em Manaus, foi a escolhida para participar do projeto Sustentabilidade de Ponta a Ponta do Walmart. Ela substitui a TV LCD 32 polegadas e facilita o acesso de consumidores à tecnologia LED. Este produto oferece muitos benefícios ao consumidor, como a redução no consumo de energia, que representa um retorno de investimento de médio e longo prazos na aquisição da TV. Levando em consideração um ciclo de vida do produto estimado em dez anos, isso significa uma economia de cerca de dez meses do consumo médio de uma residência (150 kWh/mês).

É a primeira TV da Philips com a embalagem em papel kraft, retirando-se o componente químico do branqueamento e pintura daquelas até então utilizadas, o que gerou uma diferença de 10% no custo da matéria-prima, além de menos refugos no processo industrial. Além disso é pioneira no estabelecimento de um sistema nacional para coleta e disposição de aparelhos usados em postos de coleta para reciclagem, o Ciclo Sustentável (coleta de aparelhos usados e disposição adequada).

O processo permitiu a redução no consumo de energia e a redução de uso de combustíveis, com menor emissão de CO2 no transporte. Isto ocorreu porque com a lâmpada de LED a TV ficou mais fina e o novo pedestal em vidro temperado permitiu ganho de espaço útil de carga. Foi também eliminado o uso de isopor – material com baixo nível de reciclagem que foi substituído por polpa de papel reciclado.

O produto será comercializado somente no Brasil e a campanha educativa da TV LED 32’ tem o foco em sustentabilidade ambiental. Com isso, a Philips espera uma mudança de comportamento no perfil do consumidor do atual produto.

Participaram do projeto cerca de 35 funcionários de diversas áreas, uma equipe multifuncional (das áreas de Engenharia de Produto, Engenharia de Processo, Compras, Sustentabilidade, Desenvolvimento, Marketing, Qualidade, Logística, Corporativa e Produção) além de fornecedores, cuja participação foi pró-ativa na cadeia de soluções do pensar no ciclo de vida realizado pela Philips.
Os recursos utilizados foram predominantemente do Brasil, mas o projeto contou com a colaboração da matriz da Holanda, onde foi aprovado o uso do papel kraft na embalagem, e com o Centro de Desenvolvimento de TV em Cingapura. O projeto foi muito bem aceito na organização global da Philips e está sendo percebido como a superação de um desafio que pode ser replicado em outros países. Ou seja, mobilizando outras cadeias produtivas.
SUSTENTABILIDADE NA MEDIDA


O projeto teve como foco a eficiência energética (equipamento mais eficiente com o LED substituindo as lâmpadas compactas fluorescentes – CCFL), redução no consumo de papel (devido à integração de parte do manual eletronicamente no aparelho televisor), dimensionamento do televisor/embalagem proporcionando melhor cubagem e transporte 100% marítimo (Belém – São Paulo). Os ganhos ambientais alcançados pelo projeto para a estimativa de venda anual na rede Walmart foram:

  • Redução da emissão de CO2equivalente de 822 ton (98% no uso)
  • Aumento da eficiência energética no uso (redução no consumo de energia elétrica de 35,5% (- 15,8 GWh) responsável por 98% da redução da emissão de CO2eq calculada
  • Redução no consumo de óleo diesel/ou óleo combustível = – 8.700 L
  • Redução da massa de embalagem/produto = – 5.042 kg

Fonte:

http://www.walmartsustentabilidade.com.br/sustentabilidade-pontaaponta-2011/

Deixe uma resposta

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também