Archive | novembro, 2010

papanek_green-imperative

Tags:

Victor Papanek um exemplo a ser seguido

Postado em 26 novembro 2010 por Elisa Quartim

Victor Papanek (1927-1999), foi designer e educador. Um grande defensor do design de produtos, ferramentas e infra-estruturas comunitárias socialmente e ecologicamente responsáveis. Foi o primeiro designer em questionar a relação do design com o meio ambiente , isso nos anos 70, um homem a frente do seu tempo.
Mas foi ridicularizado pelos colegas de profissão por suas posturas radicais e exageradas. Ele desaprovava de produtos manufaturados, que eram inseguros, vistosos, mal adaptados, ou essencialmente inútil. Seus produtos, textos e palestras foram considerados um exemplo e estímulo por muitos designers.
Papanek foi um filósofo do design, como tal, ele foi um incansável promotor dos objetivos de design e abordagens que seriam sensíveis a considerações sociais e ecológicas. Ele escreveu que “o design se tornou a ferramenta mais poderosa com a qual o homem molda suas ferramentas e ambientes (e, por extensão, a sociedade e a si mesmo)”.

 

Design for the Real World

Em 1971 ele produziu sua crítica ambiental e ecológica do design, substituindo os argumentos morais da boa forma por outros baseados em preocupações ambientalistas e no hiato entre as culturas do primeiro e do terceiro mundo. Ele escreveu o livro “Design for the real world”, onde já expressava desesperadamente essa preocupação com a relação  homem-natureza e o papel do design em essa relação como produtor de artefatos.

Até onde sei esse livro ainda não tem em português.

The green imperative

Já o seu último livro, editado em 1995, anos depois do livro citado anteriormente, ele reforça o seu apelo para o design ecologicamente correto de tudo, de embalagens à edifícios.

Esse livro possui uma edição em português, editado em Portugal, pela editora Edições 70

Papanek mostra muitas maneiras instrutivas de avaliar o impacto ambiental de diferentes materiais e processos de fabricação. O autor acredita de forma apaixonada no poder do design para influenciar as nossas vidas e o meio ambiente para o bem ou para o mal. Neste livro demonstra como todos – dos criadores aos consumidores – podem contribuir para o bem estar da população o do planeta através de uma nova consciência do design e da tecnologia.

Fonte:

http://en.wikipedia.org/wiki/Victor_Papanek

http://www.edicoes70.pt/

http://www.thamesandhudson.com/

 

Compre aqui

Design for the real world:
http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/externo/index.asp?id_link=9094&tipo=25&nitem=22027063

Arquitectura e Design (tradução do The green imperative)
http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/externo/index.asp?id_link=9094&tipo=25&nitem=199436

Comentários (1)

cachepo10

Tags: , ,

Embalagens multifuncionais de panetone para o Natal

Postado em 24 novembro 2010 por Elisa Quartim

Chega essa época e os panetones se espalham pelos supermercados. Mais do que uma tradição de Natal, virou uma tradição de final de ano. Que tal repensarmos as embalagens de natal em algo que seja mais durável ou que pelo menos tenha mais de uma função.

Vejam a seguir alguma iniciativas de embalagens de panetone.

Farmtone

Essa embalagem promocional de panetone foi desenvolvida pela designer Flavia Oliveira para a loja de roupas carioca Farm no ano de 2009. O panetone foi entregue para seus clientes como presente de final de ano.

A grande novidade dessa embalagem é dar a ela mais de uma função. A base da caixa pode ser utilizada para etiquetas para os presentes de natal. Além disso, não sei se foi intencional ou não, eles usam apenas uma cor, reduzindo o uso de tinta que pode ser tóxico para o meio ambiente.

Fonte:

http://www.farmrio.com.br/

http://www.packagingoftheworld.com/

Panetone em lata – Zaghis

As embalagens de panetone em lata já virou uma tradição de presente de Natal. Geralmente com um acabamento caprichado elas geralmente são feitas para serem guardadas e usadas como parte da decoração de Natal. Infelizmente a maioria acaba sendo uma adaptação da embalagem tradicional de papel para a de lata, onde o reseltado é uma embalagem sem criatividade que provavelmente será descartada rapidamente ou enfiada em alguma armário para guardar trecos e esconder a sua feiúra.

Foi difícil encontrar alguma opção legal esse ano mas encontrei essa de uma confeitaria italiana que está vendendo no Brasil, a Zaghis. Que sirva de inspiração para capricharem nas embalagens de presente de Panetone.

Fonte:

http://www.zaghis-spa.it/

Cachepô com caixa de Panetone

E o que fazer com as embalagens de Panetone de papel? Pesquisando encontrei um passo a passo para fazer um cachepô com uma embalagem de panetone. Vejam como foi feito e mais outras dicas de artesanato de enfeites feito com embalagens para o Natal.

Comentários (1)

pentawards-2010-aero

Tags: ,

Seleção de embalagens “green” da premiação Pentawards

Postado em 18 novembro 2010 por Elisa Quartim

A Pentawards é uma competição do mundo dedicado exclusivamente ao design de embalagens do mundo inteiro.  O prêmio  seleciona as embalagens com base na criatividade, branding e qualidade do design de embalagem para o ano.

Entre os vencedores eles fizeram uma seleção de embalagens que se destacam por sua criatividade, mas também por suas notável abordagem ecológica e social .

Vejam as embalagens selecionadas:

Deep Origin

A água Deep Origin tem uma garrafa de vidro cristalino e durável em forma de gota de lágrima.O material foi escolhido para que fosse possível reutilizar a garrafa muitas vezes

Na própria garrafa, em alto relevo, está o logo da Deep Water refletindo a simplicidade da marca e qualidade do produto. Com o uso contínuo da garrafa, o atrito risca o local onde está impresso a marca do produto ficando consequentemente mais legível.

O rótulo principal da garrafa fica permanentemente impresso, reduzindo o desperdício.

O pequeno colarinho à base de  celulose é biodegradáveis e o adesivo é solúvel em água e  impresso com tintas à base de vegetais.

Gold Pentawards 2010
Design: Grenache Bottle Design (Nova Zelândia)


The Wild Bags – out_of_ark ®

As Wilde Bags são sacolas para viver na selva urbana. Uma série de 15 desenhos de animais dos 5 continentes em 3 formatos de sacolas.

Feito de papelão corrugado onde os cortes na parte da frente que se assemelham as barras de uma gaiola.

A caixa sacola protege o produto e é ecológico, pois o papel é totalmente reciclável. Usa muito pouca tinta na impressão. Além disso, essa caixa/sacola pode ser reutilizada como uma prática caixa de armazenamento.

Platinum Pentaward 2010, Best of the Other Markets category
Design: Identis (Alemanha)

Milk from the Forest

A Amita, preocupada com o futuro das florestas no Japão teve a ideia de criar suas vacas no meio da floresta para a produção de leite. Lá elas encontram comida e proporcionam um leite de uma qualidade muito boa.

O designer Shigeki Kunimatsu entendeu que as embalagens deste leite da floresta não deve ser apenas o símbolo ecológico da Amita, mas também um meio de promoção para este projeto social.

O nome e os gráficos são simples e fácil de identificar. As formas suaves e arredondadas da garrafa anunciam um leite saudável e natural enquanto um pequeno folheto explica os detalhes do projeto para os consumidores.

Gold Pentawards 2010
Design: Hinomoto Design (Japão)


Backyard Farms

Backyard Farms foi fundada com o princípio de que todos devem ser capazes de desfrutar de produtos frescos, saudáveis, produzido localmente e entregue à lojas um dia após a colheita.

Para desenvolver a embalagem eles consideraram o uso de material reciclado de pós-consumo, proteção do produto, e um design que permita o consumidor a ver, tocar e cheirar o produto fresco.

Gold Pentawards 2010
Design: Ciulla Assoc (EUA)

Kjaer Weis

Kjaer Weis é uma nova marca de cosméticos com 95% de produtos naturais ou orgânicos, sem parabenos, petroquímicos emulsionantes, corantes sintéticos ou perfumes. Os produtos são certificados pela CCPB, um organismo de certificação italiano. A marca tem o objetivo de combinar este respeito para o ambiente com um design luxuoso e contemporâneo.

Para isso eles desenvolveram uma série de embalagens recarregáveis compactas de maquiagem para os olhos, lábios e maçãs do rosto desenhado por Marc Atlan e pelo famoso maquiador Kirsten Kjaer Weis da Dinamarca.

As embalagens são feitas de Zamak, uma liga de zinco e alumínio, que ostenta um logotipo esmaltado branco da KW em uma caixa laqueada em vermelho com uma textura granulada, como uma caixa de jóias.

Gold Pentawards 2010
Design: Marc Atlan (EUA)


Bobble

Bobble é uma garrafa de água com filtro desenvolvida para a vida em movimento. Ela é produzida com PET reciclado aprovado pela FDA, é livre de BPA, ftalatos e PVC e é 100% reciclável.
Um único filtro da Bobble equivale a pelo menos 300 garrafas de água filtrada, cerca de 150 litros, ou cerca de 2 meses de uso diário.

Gold Pentawards 2010
Design da garrafa: Karim Rashid da Move Collective (EUA)
Design da embalagem: Safari Sunday (EUA).


“Paris Illumine Paris”

Essa embalagem foi desenvolvida para a promoção “Paris Illumine Paris” criada pela cidade de Paris, a P’référence e Coca-Cola Company para mobilizar e trazer à luz às pessoas sobre os benefícios da reciclagem de garrafas de plástico.

Para divulgar melhor esta promoção, o designer criou um coletor de garrafas de Coca-Cola e um rótulo termoencolhível verde com elementos gráficos que mostram essas luzes e os logotipos dos diferentes parceiros para comunicar mais sobre o evento.

Silver Pentawards 2010
Design: P’référence (França)


Kinpachi-Mikan

Kinpachi-Mikan é uma tangerina bem conhecida da prefeitura de Wakayama. A fruta é suculenta que derrete na boca e é tão suave que até mesmo um bebê pode facilmente comer.

Essa embalagem foi desenvolvida para que após a compra da fruta ela não seja descartada e sim reutilizada em múltiplas funções.

Silver Pentawards 2010
Design: Sugiyama Design (Japão)

Stop the water while using me!

“STOP THE WATER WHILE USING ME” é uma linha de cosméticos que estabelecem novos padrões em matéria de proteção ambiental e sensibilização. A linha pretende ser amiga do meio ambiente desde a produção atá o produto acabado.

Na embalagem é impresso apenas em preto e branco em letra manuscrita, mensagens como: Pare a água enquanto está me usando!

Silver Pentawards 2010
Design: Kolle-Rebbe (Alemanha)

PakMat Aero

O PakMat Aero é um produto para acampamento ideal para pessoas que gostam de dormir confortavelmente ao ar livre. Não há necessidade de transportar uma bomba separada ou depender de uma fonte de energia elétrica ele usa uma bomba de mão com energia humana para inflar a cama.

O design da bomba de ar é feito de plástico moldado por sopro fornece um recipiente fechado que também serve para abrigar o PackMat protegendo durante o transporte e armazenamento. Com isso eles reduzem a necessidade de materiais de embalagem adicional.

O design da embalagem reforça o posicionamento da marca através da forma, cor e gráficos. Tons terra promovem o uso positivo ecológicos deste produto e a embalagem reutilizável.

Bronze Pentawards 2010
Design: Beyond Design (EUA)

Fonte:

http://www.pentawards.org/

Comentários (1)

Rondeel

Tags: , ,

Rondeel – Embalagem de ovos feita com fibra de coco

Postado em 16 novembro 2010 por Elisa Quartim

A empresa holandesa produtora de ovos, a Rondeel, lançou no varejo uma embalagem diferenciada de todas as demais existentes no mercado mundial.

A embalagem foi tecnicamente desenvolvida com a finalidade de produzir ovos dentro de  padrões de total sustentabilidade futura. A caixa de ovo é feito de fibra de coco 100% natural e 100% de borracha natural, produto natural, biodegradável e que não causa impactos ambientais. . A caixa é totalmente biodegradável.

Tem um formato diferenciado que se destaca na gôndola. Porém o seu formato redondo pode dificultar a estocagem do produto em relação às embalagens tradicionais.

A Rondeel tem um conceito completamente novo no alojamento de aves poedeiras. É baseado na ideia de encontrar o equilíbrio entre a aceitação do público, o bem-estar do agricultor e do bem-estar das aves.

Fica aqui uma ideia de material para substituir a embalagem de polpa moldada de papel. O descarte do coco em muitas cidades é um problema e o não aproveitamento desse material é um desperdício pelo seu potencial em se transformar em outros produtos.

Fonte:

http://www.avisite.com.br/

http://www.rondeel.org/

http://www.worldpoultry.net/

Comentários (11)

RVM Extra1

Tags: ,

Reverse Vending Machines – reciclar pode ser divertido

Postado em 12 novembro 2010 por Elisa Quartim

A experiência de separar os resíduos para a reciclagem nem sempre é uma tarefa agradável. No Brasil poucos são os lugares que tem coleta seletiva na sua rua. Ficamos dependentes de ações particulares, como a coleta feita por uma cooperativa de reciclagem, mas na maioria das vezes, se queremos dar um destino melhor para os nossos resíduos acabamos tendo que juntar tudo e levar para algum lugar longe onde há um coletor com esse objetivo. Alguns fazem isso por consciência, outros por sentimento de culpa, mas porque não fazer dessa experiência algo divertido.

Bottle Bank Arcade

Muitos devem se lembrar da campanha “The Fun Theory“, da Volkswagen, onde a marca acredita que a diversão é o caminho mais fácil para mudar o comportamento nas pessoas para melhor.

Vejam o filme desenvolvido para a divulgação da campanha. É uma máquina para coletar garrafas para a reciclagem. Para cada garrafa a pessoa recebe pontos incentivando o seu uso. Em um dia a Bottle Bank Arcade foi usada por mais de 100 pessoas. Durante o mesmo período, um outro coletor de garrafas fui usado apenas 2 vezes.

Algumas empresas, inspiradas ou não por essa ideia, já estão fazendo inciativas similares e chamando de Reverse Vending Machines.

Dream Machine da PepsiCo

A PepsiCo e a Waste Management Inc anunciaram uma parceria para a criação da Dream Machine – a máquina dos sonhos.

O projeto é uma iniciativa de reciclagem para aumentar o índice de devolução de embalagens da PepsiCo nos Estados Unidos dos atuais 34% para 50% até 2018. As máquinas são equipadas com receptáculos computadorizados e incluem um sistema pessoal de recompensas. Assim, quem depositar suas garrafas e latinhas para reciclagem acumula pontos.

Segundo as empresas, serão colocadas milhares de máquinas em locais públicos, como postos de gasolina, estádios e parques. As Dream Machines serão operadas pela Greenopolis, um sistema interativo de reciclagem que recompensa as pessoas e permite que elas recebam seus prêmios ao acessarem o site www.greenopolis.com. A empresa ainda não divulgou quais seriam as recompensas, mas não seria estranho imaginar que mais produtos Pepsi estivessem envolvidos na troca.

Vejam o Vídeo da Dream Machine:

Reverse Vending Machines do Extra

No Brasil a rede de supermercados Extra do Grupo Pão de Açúcar é pioneira no Brasil na distribuição de sistemas automatizados de coleta seletiva de garrafas tipo PET e latinhas de refrigerantes.

A empresa 3RAmbiental, uma empresa do Grupo Envipco do Brasil, comemorou a marca de 4.712.385 (quatro milhões, setecentos e doze mil e trezentos e oitenta e cinco) embalagens coletadas através dos seus equipamentos, em 16 meses de atuação no Brasil.
As máquinas de venda ao reverso, distribuídas pela 3R Ambiental, estão instaladas em dez lojas da Rede Extra Hipermercados, do Grupo Pão de Açúcar. Máquinas coletam latinhas de alumínio e garrafas de PET.

Os equipamentos, que são de fácil manuseio, coletam as embalagens plásticas de refrigerante e latas de alumínio e fornecem um bônus. Os bônus podem ser utilizados como desconto nas compras dentro das lojas da Rede Extra ou podem ainda ser doados para a campanha “Lixo e Cidadania”, desenvolvida pelo Unicef , Fundo das Nações Unidas para a Infância, e que tem como principal objetivo tirar as crianças dos lixões.

Fonte:

http://www.thefuntheory.com/

http://www.ypsilon2.com/

http://www.reciclaveis.com.br/noticias/00107/010705env.htm

Comentários (1)

Metaprojeto2

Tags:

Livros Metadesign e Metaprojeto – design para a complexidade

Postado em 10 novembro 2010 por Elisa Quartim

Dois livros da editora Blucher vieram diretamente ao encontro de uma pesquisa que tenho feito sobre uma metodologia de design para desenvolver produtos com o foco na sustentabilidade.

É preciso rever as metodologias usadas atualmente, não que estejam erradas, mas sim ampliar os seus objetivos e incluindo questões sociais e ambientais. Essas questões por si só já são bem complexas e como acrescentar isso em um produto?

Metadesign

Um dos livros é o Metadesign de Caio Adorno Vassão, que faz parte da coleção “Pensando o Design”, coordenada por Carlos Zibel Costa, Marcos Braga e Priscila Farias, e publicada pela Editora Blucher. São 6 volumes muitíssimo interessantes, versando desde os games, como o trabalho de Alan Richard da Luz, até os “letreiramentos populares”, de Fátima Finizola.


O Metadesign é um meio de se construir a simplicidade a partir da complexidade. O livro explica que a complexidade exige meios inovadores para que possa ser apropriada pelo Design. O Metadesign é um meio de se construir a simplicidade a partir da complexidade – e a Arquitetura Livre oferece uma abordagem ética para isso. A proposta é compreender esse contexto como uma ECOLOGIA, por meio da chamada “ecologia profunda”, que relaciona a ecologia “natural” e a “artificial”.

O livro é baseado na tese de doutorado de Caio Vassão que trata das questões relativas ao projeto para a Computação Ubíqua (Design de Interação), adotando o ponto de vista da chamada “cultura de projeto”. Vejam dois textos do blog do Caio em que ele trabalha essa questão:

http://caiovassao.com.br/2010/02/25/cultura-de-projeto/
http://caiovassao.com.br/2010/04/05/cultura-de-projeto-2/

De maneira geral, ele trata da questão como “Projeto de Entidades Complexas”, e relaciona com questões contemporâneas como a Emergência, a Ecologia Profunda e os processos colaborativos.

Metaprojeto


Um outro livro que trata de questões parecidas, mas com algumas diferenças, é o livro Metaprojeto de Dijon De Moraes, também da editora Blucher. Esse livro se dedica ao Design de Produtos e embalagens, pouco entrando em gráfico, interativos, etc.

O livro fala do Metaprojeto como um espaço de reflexão disciplinar e de elaboração dos conteúdos da cultura do projeto. A obra nasceu da necessidade de uma plataforma de conhecimentos que sustente e oriente a atividade de design em um cenário fluido e em constante mutação.
Pelo seu caráter dinâmico, o metaprojeto desponta como um modelo que considera todas as hipóteses possíveis dentro da potencialidade do design, mas que não produz out puts como modelo projetual único e soluções técnicas preestabelecidas. O metaprojeto, como observado no livro, é uma alternativa posta ao design, contrapondo os limites da metodologia convencional, ao se colocar como etapa prévia de reflexão e suporte ao desenvolvimento do projeto em um cenário mutante e complexo.

Metadesign e Metaprojeto

Comparando os 2 livros, a proposta de Caio Vassão é mais geral, tratando de uma abordagem para o compreender, visualizar e projetar “coisas complexas” e do ponto de vista filosófico, ele trabalha com autores contemporâneos e controversos, enquanto o Moraes está mais amparado pelo establishment do Design europeu. Ou seja, há diálogos, mas com diferenças.
Mas os dois livros são muito interessantes e devem ser lidos por todos os designers e interessados em encontrar uma metodologia para se trabalhar a complexidade.

Fonte:

http://www.blucher.com.br/

http://caiovassao.com.br/

 

Compre aqui:

Metadesign:

http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/externo/index.asp?id_link=9094&tipo=25&nitem=22347201

Metaprojeto:

http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/externo/index.asp?id_link=9094&tipo=25&nitem=7033081

Comentários (1)

Poland-Spring-stack

Tags: , ,

ReJuicer – base de garrafa de água vira espremedor de frutas.

Postado em 08 novembro 2010 por Elisa Quartim

O designer norte americano Scott Amron teve uma boa ideia de reaproveitamento da embalagem de água Poland Spring de 3 litros. Ele reutiliza a base da garrafa para um prático espremedor de frutas.

O espremedor de frutas não faz parte do projeto original da garrafa, mas poderia muito bem ser. O próprio conceito do design da embalagem já pensa em um melhor aproveitamento de espaço na estocagem, seja na fábrica, no transporte, no varejo ou em casa. Ao contrário da maioria das garrafas elas são empilháveis e não precisam de uma segunda embalagem para que isso seja possível.

Não vi de perto a embalagem e não sei se o espremedor é eficiente, mas olhando as imagens me parece que precisaria unir as ideias já na concepção do produto. Mudar um pouco o desenho da base para que a segunda função seja mais eficiente.

Projetar um embalagem já pensando em um segundo uso faz com que o seu ciclo de vida seja prolongado e menos plástico seja descartado no meio ambiente.

Fonte:

http://carolhoffmann.blogspot.com/2010/06/re-juicer.html

http://www.amronexperimental.com/ReJuicer.html

http://www.polandspring.com/Products/ThreeLiter.aspx

Comentários (3)

preserve2

Tags: , ,

Preserve – escova de dente em embalagem para devolução via correio

Postado em 03 novembro 2010 por Elisa Quartim

A Preserve é uma empresa que faz produtos feitos com polipropileno (PP) reciclado de pós consumo, o número 5 do símbolo de reciclagem para plásticos.

Para facilitar o retorno do plástico PP para a fábrica e para se transformar em outro produto, eles desenvolveram uma embalagem que já vem com o selo pago, para que as pessoas devolvam a escova de dentes via correio.

A embalagem para retornar a escova é feita de PP com PE para ser mais leve e resistente.

Vejam os números do resultado dessa iniciativa. Preserve gasta:

  • Pelo menos 54% menos água do que com PP virgem
  • Pelo menos 64% menos gases de efeito estufa (em equivalentes de CO2) do que com PP virgem
  • Pelo menos 75% menos petróleo do que com PP virgem
  • Pelo menos 48% menos carvão do que com PP virgem
  • Pelo menos 77% menos gás natural do que com PP virgem
  • Pelo menos 46% menos electricidade do que com PP virgem

Eles recebem não apenas as escovas de dente mas como todo tipo de produto em PP que podem ser enviados via correio ou em postos de coleta nos supermercados.

Fonte:

http://www.preserveproducts.com/

Comentários (2)

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também