Archive | agosto, 2010

LIXÃO

Tags: ,

Política Nacional de Resíduos Sólidos

Postado em 31 agosto 2010 por Elisa Quartim

No dia 2 de agosto, depois de 20 anos que tramitava no Congresso, foi sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, que tem o objetivo de incentivar a reciclagem de lixo e o correto manejo de produtos usados com alto potencial de contaminação. Entre as novidades na nova lei está a criação da “logística reversa”, que obriga os fabricantes, distribuidores e vendedores a recolher embalagens usadas.

A legislação também determina que as pessoas façam a separação doméstico nas cidades onde há coleta seletiva. Catadores e a indústria de reciclagem receberão incentivos da União. Além disso, os municípios só receberão recursos do governo federal para projetos de limpeza pública e manejo de resíduos depois de aprovarem planos de gestão.  A lei ainda precisa passar por regulamentação. Será necessário, por exemplo, estabelecer um prazo de adaptação para as empresas e disciplinar o tipo de tratamento que deve ser dado a cada tipo de material.

Será o fim dos lixões e do descaso que existe em relação ao lixo. Todos imaginam que quando jogamos “fora” ele desaparece como mágica, mas apenas da nossa vista pois é aí que o problema começa, e talvez agora encontre uma solução com a lei.

O que significa
O Brasil passa a ter um marco regulatório na área de Resíduos Sólidos. A lei faz a distinção entre resíduo (lixo que pode ser reaproveitado ou reciclado) e rejeito (o que não é passível de reaproveitamento). A lei se refere a todo tipo de resíduo: doméstico, industrial, da construção civil, eletroeletrônico, lâmpadas de vapores mercuriais, agrosilvopastoril, da área de saúde, perigosos, etc.

A PNRS reúne princípios, objetivos, instrumentos e diretrizes para a gestão dos resíduos sólidos. É fruto de ampla discussão com os órgãos de governo, instituições privadas, organizações não governamentais e sociedade civil. A regulamentação será por meio de um decreto do presidente, a ser editado ainda neste ano.

Objetivo
A não-geração, redução, reutilização e tratamento de resíduos sólidos, bem como destinação final ambientalmente adequada dos rejeitos. Redução do uso dos recursos naturais (água e energia, por exemplo) no processo de produção de novos produtos, intensificar ações de educação ambiental, aumentar a reciclagem no país, promover a inclusão social, a geração de emprego e renda de catadores de materiais recicláveis.

O que propõe
Institui o princípio de responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, abrangendo fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, consumidores e titulares dos serviços públicos de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos.

Propõe atribuições compartilhadas, tanto das instituições públicas como de particulares e sociedade em geral. É importante que os municípios se articulem politicamente com os órgãos de governo federal, estadual e municipal, a fim de construírem políticas públicas de resíduos sólidos integradas e complementares à Política Nacional, tendo como objetivo a busca por alternativas institucionais que otimizem recursos, se traduzam em oportunidades de negócios com geração de emprego e renda, sustentabilidade dos empreendimentos e receitas para o município.

Estabelece princípios para a elaboração dos Planos Nacional, Estadual, Regional e Municipal de Resíduos Sólidos. Propicia oportunidades de cooperação entre o poder público federal, estadual e municipal, o setor produtivo e a sociedade em geral na busca de alternativas para os problemas socioambientais existentes e na valorização dos resíduos sólidos, por meio da geração de emprego e renda.

Instrumentos
O município, de acordo com a Lei Nacional de Saneamento Básico é o titular do serviço público de saneamento. Contudo, a PNRS estabelece instrumentos importantes:

  • planos de resíduos sólidos;
  • inventários e o sistema declaratório anual de resíduos sólidos;
  • coleta seletiva, os sistemas de logística reversa e outras ferramentas relacionadas à implementação da responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos;
  • incentivo a cooperativas de catadores;
  • monitoramento e a fiscalização ambiental, sanitária e agropecuária;
  • cooperação técnica e financeira entre os setores público e privado para o desenvolvimento de pesquisas de novos produtos, métodos, processos e tecnologias de gestão, reciclagem, reutilização, tratamento de resíduos e disposição final ambientalmente adequada de rejeitos;
  • educação ambiental.

Políticas públicas complementares
É importante que os municípios se articulem politicamente com os órgãos de governo federal, estadual e municipal, a fim de construírem políticas públicas de resíduos sólidos integradas e complementares à Política Nacional, em busca de alternativas institucionais que otimizem recursos, se traduzam em oportunidades de negócios com geração de emprego e renda, e receitas para o município.

Nesse contexto, os Consórcios Públicos intermunicipais ou interfederativos, que aproximam municípios e Estado, surgem como uma possibilidade concreta e assegurada nas Leis de Consórcios Públicos e de Saneamento Básico, para a gestão integrada dos resíduos sólidos nos municípios brasileiros. Assim, a gestão dos resíduos sólidos antes considerada um problema socioambiental passa a ser uma oportunidade para a atuação do poder público no atendimento dos diferentes grupos sociais, bem como a estruturação de uma Política Nacional de Resíduos Sólidos vem ao encontro de um dos grandes desafios a ser enfrentado pelos governos e pelo conjunto da sociedade brasileira – o problema da geração de resíduos sólidos.

Relação com outras leis
Harmoniza-se com a Lei Nacional de Saneamento Básico (Lei nº 11.445/07) e com a Lei de Consórcios (Lei nº 11.107/05), e seu Decreto regulamentador (Decreto nº. 6.017/2007). De igual modo está inter-relacionada com as Políticas Nacionais de Meio Ambiente, de Educação Ambiental, de Recursos Hídricos, de Saúde, Urbana, Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior, e as que promovam a inclusão social.

Vejam o vídeo do programa Cidades e Soluções sobre a nova lei:

Fonte:
http://www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=ascom.noticiaMMA&idEstrutura=8&codigo=6016

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm

Comentários (0)

Unomarketing

Tags: , , , ,

Unomarketing – Comunicação Consciente

Postado em 27 agosto 2010 por Elisa Quartim

Foi prorrogado as inscrições com desconto para Unomarketing 2010 até 15 de setembro (quarta-feira). O participante que se inscrever neste período terá 8% de desconto. Após essa data, as inscrições efetuadas serão de valor integral.

Unomarketing é um seminário que visa ampliar a consciência dos profissionais de comunicação e marketing com relação ao papel que desempenham na promoção e estímulo das ações socioambientais adotadas pelas empresas. O Unomarketing propõe e valoriza novas ideias para garantir a transparência no processo comunicativo. Realizado pela primeira vez em junho 2009, o projeto resultou também no Portal Unomarketing com notícias, artigos e outros conteúdos relacionados à comunicação consciente.

Dentre os palestrantes já confirmados estão nomes de peso como André Trigueiro (Globo News), Alejandro Pinedo (Interbrand), Elisa Prado (Tetra Pak), Fred Gelli (Tátil Design), José Carlos Duarte (IBM), Ricardo Voltolini (Ideia Socioambiental), Percival Caropreso (Setor 2 ½), Koann Skrzyniarz (Sustainable Life Media), e Miriam Chaves (Rádio Eldorado).

Esse espaço será muito importante para se discutir a comunicação hoje para que ela seja feita de forma consciente em todos os setores. Sendo a embalagem um meio de comunicação do produto de uma empresa com o seu consumidor, é essencial que essa comunicação sempre seja feita de forma honesta e justa.

Para mais informações, acesse o portal: http://www.unomarketing.com.br

Serviço
Feira e Seminário Unomarketing – Comunicação Consciente
Data: 28 e 29 de setembro de 2010
Horário: das 9h às 19h
Local: Fecomercio (Rua Doutor Plínio Barreto, 285 – São Paulo – SP)

Valores com desconto
Seminário:
1 dia – R$ 404,80
2 dias -  R$ 736,00

Fórum:
R$ 138

Associados de organizações apoiadoras do evento, ONGs e estudantes possuem valores diferenciados.

Comentários (1)

Dica Sustentável – Tinta

Tags: , ,

Dica Sustentável – Tinta

Postado em 25 agosto 2010 por Elisa Quartim

A maior parte das tintas utilizadas hoje nas embalagens, contém metais pesados.

Elas podem gerar problemas de saúde na hora da produção das embalagens quanto emite gases tóxicos que são inspirados pelos funcionários da gráfica.

Depois, no pós consumo, a tinta vai para o meio ambiente contaminando o solo. (isso se não for reciclada).

Por isso aqui vai algumas dicas de com reduzir esse impacto causado pelas tintas:

Usar o mínimo de tinta possível

Com um bom design, é possível limitar a quantidade de tinta usada, aproveitando a cor do papel na comunicação da embalagem. Vejam o exemplo do Matte Leão:

Usar tintas à base de vegetais

Hoje já existem muitas tintas que são à base de vegetais como a soja. Com esse tipo de tinta a embalagem pode ser mais facilmente ir para a compostagem, pois não corre o risco de contaminar o solo. E aumenta a quantidade de papel/papelão que pode ser reciclada porque as fibras são menos danificadas. Vejam o exemplo do Sansung Reclaim:

Usar tintas à base d’água
Não contém tantos metais pesados e não impactam tanto o meio ambiente.

Comentários (3)

logo_workshop

Tags: ,

Sorteio de vaga para o Workshop Embalagem&Sustentabilidade

Postado em 23 agosto 2010 por Elisa Quartim

Sorteio de última hora do blog!

O Instituto de Embalagens está oferencendo uma vaga para o Workshop Embalagem & Sustentabilidade. Vejam mais sobre o curso aqui http://sorteie.me/Sv9.

Da mecânica do sorteio:
Para ganhar basta seguir o twitter @emb_sustentavel e @InstEmbalagens e retuitar exatamente a frase @InstEmbalagens e @emb_sustentavel sorteia 1 vaga p/Workshop Embalagem&Sustentabilidade, concorra dando RT. http://migre.me/16SX3. Todos que derem RT já estarão concorrendo ao sorteio que será feito pelo sorteie.me.

Importante:
Não adianta dar vários RTs, pois o sistema do sorteie.me não considera os RTs dados em duplicidade por um mesmo twitter. É imprescindível seguir o twitter do @emb_sustentavel e @InstEmbalagens para que depois possamos entrar em contato com o ganhador por DM.

O sorteio não inclui o Kit de Referências.

Validade desta promoção:
até às 10h00 de 25/08/2010 (quando serão feitos os sorteios e incluirei aqui os resultados).

O ganhador do sorteio foi @madametrapo!

Vejam a página do sorteio aqui http://sorteie.me/Sv9

Comentários (0)

Bamboo_Bottle2

Tags: , , ,

Garrafa reutilizável de bambu.

Postado em 23 agosto 2010 por Elisa Quartim

A Bamboo Bottle tem exterior de bambu, tampas e fundo de plástico reciclado e interior de vidro que é também 60% reciclado.

O Bambu por ter um crescimento rápido acaba sendo um caminho mais sustentável. Vejam alguns fatos sobre o bambu:

  • Bamboo reabastece no ambiente o ar que respiramos.
    Bamboo libera 35% a mais de oxigênio  do que o equivalente em árvores. E pode seqüestrar até 12 toneladas de dióxido de carbono do ar por hectare. (Bamboo realmente ajuda a combater o aquecimento global!
  • A colheita do bambu não destrói o seu sistema radicular, ou seja, não há erosão do solo.
  • A colheita do bambu minimisa os impactos da vida selvagem, em comparação a extração de grandes madeiras, onde máquinas grandes rasgam a terra.
  • O bambu é colhido em áreas designadas e apoiado pelo governo chinês para a sustentabilidade da espécie.

Além disso cada parte da garrafa é fácil de desmontar, facilitando a limpeza (o bambu não pode ser lavado em máquina de lavar) e viabilizando a reciclagem de seus materiais no final do seu ciclo de vida. Mas o objetivo da garrafa não é a reciclagem, e sim a sua reutilização para que não gere mais nenhum tipo de resíduo.

Fonte:

http://www.bamboobottleco.com/

http://www.ecoblogs.com.br/

Comentários (0)

iQ refil

Tags: , , , ,

iQ – Produto de limpeza com refil diluído em casa

Postado em 20 agosto 2010 por Elisa Quartim

Vários fabricantes com visão no futuro estão trabalhando para diminuir o impacto das embalagens de seus produtos. Alguns já começam a ser vendidos em fórmulas concentradas, outros vendem o refil em saquinhos ao invés de frascos para economizar material. Uma empresa Canadense encontrou uma outra forma de economizar material. Um refil onde os consumidores podem diluir o produto em casa, com água de torneira.

Desenvolvido pela Planet People, a linha iQ de produtos de limpeza doméstica possui pequenos cartuchos de produto concentrado à base de plantas. Basta encher a garrafa spray com água da torneira e colocar o cartucho cartucho. O concentrado colorido visivelmente se mistura com a água resultando em uma garrafa cheia de líquido de limpeza. iQ vem em quatro variedades: vidro, banheiro, piso e multifuncional. Tudo feito com ingredientes não-tóxicos e sustentáveis.

Além de reduzir embalagens e resíduos de plástico, o sistema reduz o transporte, reduzindo o consumo de combustível e as emissões dos veículos. E além do apelo ambiental o custo final do produto é menos do que o tradicional. Os Kits iQ iniciais incluem uma garrafa de spray cheia da solução e um primeiro refil. Os produtos estão disponíveis em lojas de produtos naturais no Canadá, e em Hannaford e Sweetbay nos EUA.

Vejam o video do produto:

Fonte:

http://www.iqclean.com/

http://www.planetpeopleco.com/

Comentários (0)

topblog2010

Tags: ,

Blog Embalagem Sustentável concorre à prêmios

Postado em 19 agosto 2010 por Elisa Quartim

O blog Embalagem Sustentável está concorrendo à dois prêmios importantes.

2º Prêmio Blog Books.

Promovido pela editora Singular Digital e o Universo do Autor, o 2º Prêmio Blogbooks pode transformar o blogs em um livro. O Embalagem Sustentável está inscrito na categoria Ecologia e Meio Ambiente.

Na primeira fase do concurso, é só clicar no selo do concurso ao lado ou no link http://www.blogbooks.com.br/blogs/votando/YmxvZ2Jvb2tzXzY4NA==

Na segunda fase, os 10 blogs mais votados pelo público em cada categoria serão avaliados por uma comissão, formada pelos vencedores de 2009 e editores das empresas Ediouro. Um blog de cada categoria será escolhido para virar livro.

Update:
O concurso encerrou ontem, 28/9, agradecemos a todos que votaram no Embalagem Sustentável!
Orgulhosamente passamos para a segunda fase, mas não fomos selecionados. Fica pra próxima…

TOP BLOG

É o segundo ano que o blog Embalagem Sustentável participa do Top Blog. Ano passado ficamos em 3º lugar pelo juri acadêmico.

Clique no selo do concurso ao lado ou no link
http://www.topblog.com.br/2010/index.php?pg=Busca&c_b=198015

Obrigada à todos que leem o blog e aprovam o seu conteúdo. Vamos esperar os resultados.

Comentários (0)

ups-reusable2

Tags:

Envelope reutilizável UPS

Postado em 19 agosto 2010 por Elisa Quartim



A UPS já utiliza em todas as suas embalagens para remessa materiais com fibras recicladas (80% de pós consumo), agora eles acrescentaram no seu envelope de remessa uma segunda fita adesiva que possibilita o reúso de seu envelope. O envelope reutilizável, não só reduz desperdício de papel, mas incorpora um sistema conveniente de reselagem permitindo uma fácil troca de documentos, sem o incômodo de ter que procurar um outro envelope.

Uma forma fácil de reduzir pelo menos parte do impacto do transporte expresso e entrega de pacotes

Fonte:

http://www.coolhunting.com/

http://compass.ups.com/productnews/article.aspx?id=2393

Comentários (0)

flordecoador_tiara

Tags:

Adriana Ferla – Enfeites de cabelo feito com embalagens

Postado em 18 agosto 2010 por Elisa Quartim

Adriana Ferla, faz um trabalho incrível com o aproveitamento de embalagens, banners e filtro de café em presilhas, tiaras e outros enfeites para cabelos.

Vejam alguns de seus trabalhos abaixo:

Tiara com flor feito com embalagem tipo Tetra Pak

Com embalagem de Nespresso

Com filtro de café

Vejam mais no blog da Adriana.

http://feitodefeltrodaferla.blogspot.com/

Comentários (1)

embalagens_FUMEC

Tags:

Pós em Embalagens Sustentáveis: Design e Gestão da FUMEC

Postado em 18 agosto 2010 por Elisa Quartim

Componente indispensável para a comercialização e consumo de qualquer produto, a embalagem representa um dos maiores desafios para a indústria. A luta pela redução dos custos, das emissões poluentes e da dispersão de resíduos de embalagens pós-consumo tornou-se uma constante no meio industrial. Nesse contexto, a Universidade FUMEC lança a primeira pós-graduação lato sensu em “Embalagens sustentáveis: design e gestão” do país. As inscrições estão abertas, e as aulas acontecem de setembro de 2010 a setembro de 2011, de segunda a quinta-feira, das 19h às 22h30.

O curso conta com equipe de primeira linha em criação, desenvolvimento e gestão de embalagem, e é coordenado pelas professoras Juliana Pontes e Fernanda Mattoso. “Nosso principal objetivo é fomentar a pesquisa e incentivar o desenvolvimento teórico-prático, a fim de expandir a discussão entre profissionais que lidam direta ou indiretamente com a área em questão”, explica Juliana.

A disciplina “Fundamentos dos Projetos de Embalagens Sustentáveis” será dada por Elisa Quartim, autora do blog Embalagem Sustentável.

A especialização é direcionada a designers, profissionais de comunicação, empresários, gestores de produtos e serviços, gestores de marketing, profissionais das áreas sociais e organizações não-governamentais, engenheiros ambientais, engenheiros de produção e engenheiros de materiais.

Para a professora Fernanda Mattoso, a embalagem deve reforçar o consumo consciente e contribuir para a educação do consumidor quanto ao descarte e às práticas ecologicamente corretas. “Esta responsabilidade demanda conhecimento técnico apropriado do designer e/ou gestor dos projetos para que a readequação de linguagem cumpra as reais necessidades dos produtos e do mercado em que circulam. Enfim, a sustentabilidade promete revoluções na cadeia produtiva de embalagem”, afirma.

Em breve, as sacolas de plástico serão extintas; os fabricantes terão que recolher as embalagens descartadas pós-consumo e se responsabilizar pela destinação adequada destas; os projetos de inclusão social tenderão a movimentar a indústria da reciclagem; a redução de espaços nos armazéns demandará novos sistemas de armazenamento e transporte; a nanotecnologia reinventará o ciclo de vida dos produtos; as pessoas comprarão mais produtos verdes.

Mais informações e inscrições neste portal.

Central de Relacionamento FUMEC: 0800.0300.200.

Fonte:

http://www.fumec.br/

Comentários (1)

Advertise Here

Assine

Insira seu endereço de email nos campos abaixo:
Newsletter Embalagem Sustentável

 
Receba atualizações do site via FeedBurner

Grupo EmbalagemSustentavel
Nossa lista de discussão no Yahoo!
* Embalagem Sustentável é contra spam

Veja também